Brasileiro está aberto a novas tecnologias de pagamento

Levantamento recente realizado pela Mastercard no Brasil revelou que quase metade (44%) dos consumidores acredita que a proteção de suas informações financeiras é algo tão complexo quanto aprender fazer uma cirurgia no cérebro. Apesar disso, a maioria dos entrevistados (90%) está disposta a tomar as medidas necessárias para proteger suas informações financeiras e está aberta a novas tecnologias de autenticação. Essas são algumas das análises do estudo sobre segurança e proteção realizado com consumidores no Brasil e em países como Canadá, EUA, México, Chile e Colômbia.

De acordo o recorte brasileiro do estudo, nem sempre o pensamento e o comportamento se alinham e as pessoas ainda têm hábitos que expõem informações financeiras ao risco: 61% raramente, ou nunca, mudaram as senhas usadas para acessar contas on-line e a maioria (91%) acredita que os cinco minutos necessários para configurar novas tecnologias seguras e protegidas de pagamentos valem o tempo e o esforço.

A boa notícia é que a pesquisa também descobriu que os consumidores brasileiros estão abertos aos novos meios de pagamento e receptivos a testar novas tecnologias: nove em cada 10 brasileiros (90%) estão dispostos a tomar as medidas necessárias para incorporar as novas tecnologias de pagamentos, como biometria, aplicativos digitais ou meios de pagamento sem contato (contactless) e confiam que as soluções digitais móveis protegem suas informações financeiras.

A demanda por pagamentos sem contato é alta, uma vez que 85% dos entrevistados gostariam que todas as empresas e lojas aceitassem essa forma de pagamento, e (63%) dos consumidores fazem compras usando pagamentos digitais em aplicativos ou sites por meio de seus celulares. Os pagamentos com cartões de crédito e débito são mais seguros do que dinheiro para 64% dos entrevistados porque apresentam opção contra furto e fraude.

“Apesar de os entrevistados terem boa idéia da importância de proteger seus dados pessoais e de realizar transações on-line seguras, eles mantêm hábitos de risco, como não mudar a senha ou consultar informações confidenciais on-line em locais públicos”, disse Valério Murta, Vice Presidente de Produtos e Soluções Brasil e Cone Sul da Mastercard.  “As novas tecnologias (cartões com chip e sem contato, por biometria, impressões digitais e reconhecimento de voz, etc.) são amplamente aceitas pelos consumidores e essas tecnologias ajudarão com certeza a combater os perigos detectados de forma proativa”, acrescentou.

Dicas para um Natal feliz e seguro

Conforme os consumidores de todo o mundo se preparam para fazer compras de Natal, as dicas a seguir ajudarão a manter as suas informações pessoais e financeiras seguras:

  • Crie senhas fortes. Senhas fortes são complexas, usam letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos. Mude suas senhas pelo menos uma vez por ano. Use senhas diferentes para diferentes propósitos e certifique-se de que você tem meios de recuperá-las, como um outro endereço de e-mail. Em breve haverá ainda mais formas seguras de autenticar suas compras, incluindo biometria com impressão digital e reconhecimento facial.
  • Faça compras em lojas conhecidas. A popularização do comércio eletrônico torna as compras mais convenientes do que nunca, mas você só deve comprar de sites confiáveis. Quando você compra de estabelecimentos comerciais on-line que aceitam o MasterPass você conta com a tranquilidade das transações mais seguras.
  • Use cartões com chip. Os cartões com chip trazem muitos benefícios, sendo os principais a redução das fraudes e as transações mais seguras. Se você ainda não tem um cartão com chip, procure seu banco ou cooperativa de crédito e peça um.
  • Fique de olho nos seus extratos. Monitorando a fatura do seu cartão, você saberá se uma compra não autorizada foi processada. Ative a opção de receber suas faturas on-line ou por e-mail e verifique as transações regularmente. Caso note qualquer compra estranha ou não autorizada, ligue para o seu banco imediatamente. O número de atendimento ao cliente está impresso no verso do seu cartão de crédito ou débito.
  • Proteja-se contra golpes: Não abra links ou anexos de e-mail provenientes de pessoas desconhecidas e nunca informe os dados do cartão de crédito nem informações pessoais (senhas, data de nascimento, CPF) em chamadas suspeitas, e-mails, textos ou mensagens de mídia social não solicitados. Caso você tenha informado os dados do cartão de crédito e depois tiver a impressão de ser algo suspeito, ligue para seu banco. A Mastercard, bancos conhecidos ou redes de pagamentos não ligam para você diretamente e nem solicitam suas informações pessoais.
  • Viagem segura: Usar o seu cartão de crédito durante uma viagem quer dizer que você não precisa carregar grandes somas de dinheiro vivo. Guarde os recibos de suas compras com o cartão de crédito para poder verificar seus valores caso encontre qualquer transação inesperada na fatura. Recomenda-se informar o seu banco sobre sua viagem com antecedência.
  • Conheça os fatos: O banco que emitiu o seu cartão é que mantém o relacionamento de crédito com você, o titular do cartão. Se você já qualquer dúvida sobre uma compra ou transação, ligue para o número impresso no verso do seu cartão para falar diretamente com seu banco.

Sobre Marcos Rezende

Marcos Rezende é criador e principal editor do portal Negócio do Zero, além de ser também professor e orientador de empreendedores no Curso Online de Criação de Negócios do Zero voltado para quem deseja abrir o seu próprio negócio sem colocar em risco a segurança da sua família e de suas reservas financeiras.