Como fazer do home office uma empresa de sucesso?

Não sei se ao terminar a leitura deste artigo seu home office será um sucesso, mas tomando como base alguns exemplos reais de empreendedorismo a partir dele, vamos tentar dar algumas dicas aqui sobre como começar sozinho a sua empresa e depois fazê-la crescer.

Aqui na Insistimento, somos uma equipe que trabalhamos remotamente, com cada um fazendo a sua parte.

Não faltam exemplos de empresas nacionais e internacionais que cresceram a partir do home office e todas praticamente com os mesmos princípios que veremos a seguir.

MANTENHA O FOCO NAQUILO QUE SÓ VOCÊ PODE FAZER
Como você está começando o negócio sozinho a partir de casa, precisa manter o foco no que somente você pode fazer. Utilizei muitas das minhas habilidades e competências quando iniciei a Noxion e prestava diversos tipos de serviços para meus clientes, porém com o tempo, enxerguei que estava perdendo energia demais com atividades que nada tinham a ver com o “coração” do negócio. Criei então uma lista com as coisas que melhor sabia fazer. Uma espécie de “inventário” para descobrir os serviços que poderiam ser delegados conforme a massa de clientes fosse aumentando.

A partir deste “inventário” descobri que era um bom programador e analista de sistemas e meus clientes me pagavam bem por isso, porém esta era uma atividade pouco delegável. Descobri também que eu possuía algo que no mercado é difícil de encontrar: um programador que faça bem o papel de designer. Enxerguei então a possibilidade de vir a trabalhar com alguma plataforma de CMS, para utilizar o meu lado designer em conjunto com o meu lado programador e produzir sites para meus clientes. De cara a idéia me agradou, porque enxergava nela alguns papéis que poderiam ser interpretados por outras pessoas no futuro.

Encontrei então um negócio que poderia fazer sozinho, mas que também pudesse delegar no futuro. Botei o cartaz na rua, ou melhor, o site da empresa no ar, e comecei a procurar clientes.

ORGANIZE-SE PARA PARECER UMA EMPRESA DE “VERDADE”
Todo mundo guarda um conceito na cabeça de que empresa de verdade é aquela com sede própria, funcionários, equipamentos e tudo o mais que a Revolução Industrial nos trouxe. Mas alguém disse uma vez que na Era da Informação não precisamos mais do corpo das pessoas indo até as empresas; precisamos dos seus cérebros indo até elas. Apesar de podermos trabalhar à distância facilmente hoje em dia é preciso demonstrar profissionalismo e seriedade, passando a mensagem de que o cliente pode confiar em nós da mesma forma que ele confiaria em uma empresa de “verdade”.

Para parecer uma empresa de “verdade”, apliquei algumas dicas que passo a seguir:

AULA ONLINE: recomendo que você assista a essa aula e descubra o passo a passo para montar o seu negócio online a partir do zero.
  • Nunca diga que você é o dono. Você é um dos donos e não decide nada sozinho. Se você fala que é o único dono da empresa, seu cliente terá conforto para negociar seus preços diretamente com você, além de pedir uns dias a mais para pagar o boleto que venceu semana passada, entre outros pontos. Incorpore um “sócio fantasma” na empresa que futuramente será substituído por um sócio de verdade.
  • Faça sempre um contrato com seus clientes, pois contrato “de boca” é totalmente amador. Contrate um advogado e acerte com ele um valor para montar um contrato padrão para sua empresa. Envie aos seus clientes e só trabalhe depois de tudo assinado e o sinal pago (se houver).
  • Terceirize a área de cobrança. Seu contador pode assumir o controle desta cobrança por um valor a mais no contrato que você já possui com ele. Porém, se você não tiver mais recursos para investir, crie um e-mail para a área financeira da sua empresa e interprete você o papel do cobrador, mas não deixe que seus clientes saibam que é você por trás deste e-mail. Com isso seus clientes falarão com o financeiro quando tiverem algum assunto administrativo, enxergando assim, uma estrutura simples de empresa, mas totalmente profissional.
  • Trabalhe 24 horas por dia, mas não deixe seus clientes saberem disso. Para levantar uma empresa quase sempre é preciso trabalhar muito duro, mas ninguém precisa saber disso. Principalmente seus clientes. Se eles perceberem que você está sob estresse e carregando o mundo nas costas, podem ter medo da corda arrebentar do seu lado e ficarem sem receber aquilo que você prometeu entregar. Desta forma, não responda a e-mails fora do horário comercial, principalmente nos finais de semana. Também só ofereça suporte nesses horários se seus clientes souberem que irão pagar um acréscimo no valor do contrato por isso. Aí, vale até atender o celular comercial nos finais de semana à noite.

TRABALHE POR OBJETIVOS DE CRESCIMENTO
Um dos pontos mais importantes para montar uma empresa a partir do home office talvez seja o do planejamento, onde você define as metas financeiras que quando alcançadas o farão crescer. Primeiramente você estabelece que a sua empresa deva lucrar um determinado montante para você viver satisfatoriamente bem. Atingido esse valor, você comemora e deixa a empresa se estabilizar por pelo menos três meses, determinando quanto de dinheiro você precisa ter para incorporar uma nova pessoa nela, delegando a esta pessoa um determinado papel que você estava desempenhando até então. Passado algum tempo e com essa pessoa já há algum tempo na referida função, você pode estabelecer outro marco que quando atingido, trará uma nova pessoa para dentro do seu negócio.

Se com o faturamento de R$3000 você consegue pagar todas as despesas do seu home office e ter um salário razoável para você, pode estabelecer que com R$4000 já pode contratar outra pessoa, com R$5000 uma terceira e daí em diante. Um erro quando se trabalha em home office é consumir o lucro do seu negócio conforme ele cresce. Estabeleça um salário que você ganhe de sua empresa e, por mais que ela cresça e ganhe muito dinheiro, preocupe-se primeiro em automatizar e delegar tarefas e não gastar o dinheiro do caixa, pois neste caso você acabará fazendo do seu home office uma prisão, da mesma forma que era seu o emprego anterior. Não poderá parar um segundo para relaxar se não é “demitido”.

Por fim, mantenha-se confiante, organizado, calmo e paciente. O escritório da sua empresa é você.

AULA ONLINE: recomendo que você assista a essa aula e descubra o passo a passo para montar o seu negócio online a partir do zero.

Clique aqui para assistir ao vídeo extra.

Sobre Marcos Rezende

Marcos Rezende é criador e principal editor do portal Negócio do Zero, além de ser também professor e orientador de empreendedores no Curso Online de Criação de Negócios do Zero voltado para quem deseja abrir o seu próprio negócio sem colocar em risco a segurança da sua família e de suas reservas financeiras.