Sua empresa serve os seus clientes ou só presta serviço?

Antes de você começar a ler esse artigo quero te deixar a sugestão de baixar nossa coletânea com 130 ideias de negócio para abrir empresa com menos de mil reais

Fico realmente espantado com as empresas que ainda não acreditam nas pessoas e que ainda estão amarradas aos conceitos da Revolução Industrial. Hoje de manhã, a designer que contratei para fazer os cartões de visita do Insistimento e da Noxion, me enviou um e-mail contendo a conversa que ela teve com um dos atendentes da gráfica que imprimiram o primeiro lote dos meus cartões erroneamente sem o corte especial que solicitei. Veja um trecho da conversa (não repare no português do atendente):

“Como lhe informado em email anterior foi proposto o crédito referente a este acabamento. Porém, solicitamos a devolução referente a estes materiais em questão, pois como pode verificar, no cartão não foi constatada perda de material, nem de informações, nem o uso do mesmo foi prejudicado. Por sua vez referente e este material estaremos lhe creditando os valores referentes aos mesmos assim que esta devolução for efetuada e recebermos os mesmos, os quais serão disponibilizados no site para a próxima produção. Porém como já disposto, o responsável pelo frete é o cliente. Lembrando que estes devem ser enviados por encomenda normal dos correios para o endereço o qual segue abaixo.” – Atendimento PowerCard

QUEM PRESTA SERVIÇO NÃO PRESTA
Esta é uma verdade cruel do mundo atual onde preferimos pagar um pouco mais para termos um pouco mais de sossego, confiança e certeza do que pagar pouco e nos estressarmos. Quem presta serviço estende a mão até onde o braço alcança por ser incapaz de dar um passo a frente para servir melhor. Até mesmo para a empresa que vende produtos, o diferencial está justamente nos serviços que, conseqüentemente, têm origem nas pessoas da empresa.

Rapidinho: Se você estiver interessado em ideias de negócio com pouco dinheiro, baixe agora nossa coletânea com 130 ideias de negócio para abrir empresa com menos de mil reais

Se você olhar à sua volta, perceberá que dá muito mais valor para quem não “presta” serviço e sim para quem te ajuda, pois o pedreiro que além de fazer a obra, varre o chão, tem mais valor; o jardineiro que além de cortar a grama, separa o lixo, é muito mais importante e o menino da informática que além de consertar a sua impressora ainda faz um backup do seu computador, tem uma valor para você muito maior que aquela empresa que só está preocupada em prestar um serviço de telefonia, impressão ou cobrança. Ir além das necessidades do cliente é coisa para poucos, mas bem remunerados profissionais.

Imagem por Rickydavid

AJUDE E GANHE DINHEIRO EM DOBRO
É inconcebível que qualquer empresa de prestação de serviços não compreenda que o sucesso do negócio dos seus clientes é também o sucesso do seu próprio negócio! Acontece que as empresas prestadoras de serviços estão tão ocupadas com a má administração dos seus umbigos que se esquecem de focar naquilo que é importante: VENDAS e ATENDIMENTO. Vender é importante porque capta clientes e atendimento é ainda mais importante porque mantém clientes. Em um mundo onde você tem milhões de gráficas que produzem o mesmo resultado final, o que as faz diferente não é o preço e sim o tipo de atendimento que dão.

Se cada funcionário das nossas empresas for uma pessoa preocupada em ajudar, até pedir pizza por telefone para o cliente ele irá pedir só para se sentir bem em ter ajudado alguém. Prestar serviço deve ser quase filantrópico e sem fins lucrativos. Quem está na ponta é que negocie preços tão bons que deixem a empresa tranqüila para focar nas duas coisas mais importantes: VENDAS e ATENDIMENTO.

COMO TER PESSOAS QUE SERVEM?
Para servir bem, as pessoas deve estar tranqüila na sua própria vida e também na empresa. E esta tranqüilidade só pode ser conseguida quando se tem objetivos e as contas estão pagas. Com as contas pagas resolve-se o passado da empresa e o seu dia-a-dia e com objetivos resolve-se o futuro da empresa e de quem nela trabalha.

Desenvolver os talentos da sua empresa como um todo para servir melhor ao mundo com brilho nos olhos pode ser o primeiro passo para um negócio bem sucedido, pois do contrário, o que acabará acontecendo é que um menino mais rápido e de flanela na mão com o único propósito de te ajudar limpando o seu computador, passe a frente da sua empresa sem que para isso tenha feito um plano de negócios sequer.

Hoje eu também tive problemas na integração do boo-box com este site, mas recebi um e-mail do pessoal da empresa pedindo para falar com eles por MSN e tentar resolver o problema. Cinco minutos no MSN e o atendente, que na realidade era o próprio programador, já tinha uma descrição completa do bug para começar a trabalhar e resolver o problema o mais rápido que ele podia para que eu pudesse rentabilizar mais eficientemente este blog.

Ajudar é melhor que prestar serviço. Esta é a lição do dia.

DICA BÔNUS: recomendo a leitura do nosso guia com 130 ideias de negócio para abrir empresa com menos de mil reais que vai ajudar você a encontrar a melhor ideia de negócio para abrir empresa.

Clique aqui para baixar a coletânea completa.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 398 outros assinantes

Sobre Marcos Rezende

Marcos Rezende é criador e principal editor do portal Negócio do Zero, além de ser também professor e orientador de empreendedores no Curso Online de Criação de Negócios do Zero voltado para quem deseja abrir o seu próprio negócio sem colocar em risco a segurança da sua família e de suas reservas financeiras.