vencedor

Como vencer os 3 principais motivos do fracasso à frente de uma empresa

RESUMÃO DE IDEIAS DE NEGÓCIO Antes de você começar a ler esse artigo quero te avisar que você pode baixar todas as ideias de negócio publicadas nesse site de uma só vez. Clique aqui para adquirir o eBook Completo com 130 ideias de negócio baratas.

Mais uma segunda-feira e você precisa levantar da cama para ir até aquele trabalho que você não gosta porque tem que pagar as despesas da sua casa.

Todos os dias são assim há anos.

Você muda de emprego, de salas e de colegas de trabalho, mas na essência do seu dia você só enxerga insatisfação.

Insatisfação não porque você trabalha fazendo o que não gosta se sentindo prisioneiro das circunstâncias, mas porque você sabe, no seu interior, que você é capaz de realizar muito mais coisas do que viver essa vida monótona de despertador-trabalho, trabalho-tv-despertador.

Você navega na internet procurando maneiras de se libertar dessa rotina maquiavélica e encontra na possibilidade de empreender a sua salvação.

Enfim você enxerga a possibilidade de trabalhar no que gosta, ganhar um bom dinheiro com isso e conduzir uma vida menos estressante à frente da sua família.

Mas como evitar que você perca tudo aquilo que já conquistou investindo em uma ideia de negócio que talvez possa te libertar?

Esse é o tema do artigo de hoje onde vamos estudar maneiras de diminuir o risco de falir o próprio negócio.

“O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo.” ~ Winston Churchill (Tweet Isso)

As causas mais comuns de fracasso nos negócios

Segundo o professor Idalberto Chiavenato, um dos autores nacionais mais conhecidos e respeitados na área de Administração de Empresas e Recursos Humanos, em seu livro Empreendedorismo: Dando Asas ao Espírito Empreendedor são quatro as causas mais comuns de fracasso das novas empresas:

  • 72% fracassam devido a inexperiência: Incompetência do empreendedor, falta de experiência de campo, falta de experiência profissional e experiência desequilibrada.
  • 20% fracassam devido a fatores econômicos: Lucros insuficientes, juros elevados, perda de mercado, mercado consumidor restrito e nenhuma viabilidade futura.
  • 11% fracassam devido a vendas insuficientes: Fraca competitividade, recessão econômica, vendas insuficientes e dificuldade de gerenciar estoques.
  • 8% fracassam devido a despesas excessivas: Dividas e cargas demasiadas e despesas operacionais elevadas.
  • 3% fracassam devido a outras causas: Negligencia, capital insuficiente, clientes insatisfeitos, fraudes e ativos insuficientes.

* Algumas empresas fracassam devido a problemas em duas ou mais áreas. Por isso a soma do percentual é maior que 100%.

Repare que a maioria das empresas não fracassam por causa da situação econômica do país ou do mundo ou uma outra causa externa a empresa.

A maioria dos empreendedores fracassam por falta de experiência, incompetência ou falta de planejamento.

Logo, atacar esses três principais pontos torna-se então objetivo do nosso estudo.

Vamos começar pelo último.

planejamento

Como vencer a falta de planejamento

Talvez o seu desejo de se libertar da sua rotina de sacrifícios seja tão grande que a sua vontade seja mesmo de jogar tudo para o alto, pedir as contas e usar o dinheiro da sua demissão para abrir um negócio.

Você não dá atenção para o fato de que a sua mentalidade está forjada para ser empregado e que a falta de dinheiro lhe trará tanta insegurança e ansiedade que consumirá todos as suas reservas financeiros e emocionais.

Planeje-se e vá trabalhar todos os dias naquele lugar que você não gosta sabendo que você está todos os dias dando mais um passo na direção da porta de saída do escritório e de entrada para a sua própria empresa.

Vença a falta de planejamento, uma das principais causas para o fracasso dos novos empreendedores, guardando dinheiro para no mínimo seis meses de despesas, fazendo cortes no seu orçamento doméstico e acumulando receita para investir no seu empreendimento sem precisar tocar na sua reserva.

Estabeleça metas sem se preocupar com o nicho onde a sua empresa atuará. Preocupe-se apenas em saber que até tal data você terá tal recurso reservado ou mesmo terá concluído tal formação.

Planejar é como programar uma viagem. Você sabe onde quer chegar, sabe qual caminho pegar e onde serão as paradas para reabastecimento.

“Se acha que a competência custa caro, experimente a incompetência.” ~ Miguel Monteiro (Tweet Isso)

competencias

Como vencer a incompetência

Incompetência e falta de experiência poderiam ser colocadas abaixo do mesmo tópico porque uma razão tem forte relação com a outra, entretanto vamos definir incompetência como a falta de conhecimento (e não experiência) em realizar algo.

Se tenho incompetência para escrever, significa que preciso estudar mais sobre ortografia, gramática e redação para escrever melhor.

Apesar de ter um talento para escrever, ou seja, ser algo natural para mim sentar e escrever estas linhas, ser incompetente neste assunto me traria problemas à frente o meu negócio que basicamente se trata de escrever.

Localize no que você é incompetente e tome uma dessas três decisões:

  • abandone a área onde é incompetente;
  • busque adquirir conhecimento em tal área; ou
  • conquiste um parceiro de negócios para te ajudar nela.

Já fui dono de uma empresa que fracassou devido boa parte à minha falta de competência para gerenciar projetos de tecnologia.

Como esta não era uma área para qual eu tinha talento ou um mínimo gostava tanto, decidi abandonar tanto a área como a empresa, encerrando as suas atividades no final de 2012.

Quando peço para você localizar no que você é incompetente é para que você faça uma autoanálise enxergando suas deficiências para evitar um fracasso eminente à frente do seu futuro negócio como revelou a pesquisa anterior.

Se não sabe vender e seu negócio precisa vender. Busque aprender a vender ou encontre um parceiro que saiba fazer isso por você.

De forma alguma empenhe-se a fazer algo que não seja natural para você ou que você não esteja capacitado para fazer.

Afinal, é preferível chamar um salva vidas na praia para salvar alguém que está se afogando ou entrar no mar para fazer um salvamento sem saber nadar?

“Não se pode criar experiência. É preciso passar por ela.” ~ Albert Camus (Tweet Isso)

experiencia

Como vencer a falta de experiência

A última principal razão para o fracasso das empresas é também a mais fácil de vencer, apesar de contar com a presença de um bravo inimigo: a ansiedade.

Um dos meus livros digitais trata justamente do test drive dos negócios que nada mais é que adquirir experiência em um negócio enquanto ele progride.

Para vencer a falta de experiência à frente de qualquer negócio, tudo o que você precisa fazer é diminuir o tamanho do risco e sua ansiedade em tê-lo funcionando por completo.

Se você pretende abrir uma loja de roupas, ao invés de alugar um ponto comercial, contratar um contador e investir em um contrato social, maquinário e estoque, você deve antes montar uma barraca em um local com uma boa circulação de pessoas (uma festa junina, igreja, praça central de uma cidade, etc.) para vender roupas que pegou em consignação de algumas marcas.

Assim como ao invés de contratar um programador para criar um site para a sua empresa, pode antes vender seus produtos no Mercado Livre ou outro site similar.

Repare que em ambas as situações, diminuímos o risco reduzindo o tamanho do negócio do negócio inicial.

Se ele der certo “pequeno”, você pode ir melhorando-o na medida em que aprende mais sobre negócios e a sua mentalidade vai se transformando em uma mentalidade de empreendedor.

“As coisas são tão limitadas quanto a mentalidade das pessoas.” ~ Jim Carrey (Tweet Isso)

mentalidade

Descompressão mental

Não adianta você querer largar uma vida de cinco anos como empregado indo e voltando para os mesmos tipos de lugares e recebendo um salário no final do mês de uma para outra sem antes passar por uma descompressão mental.

Eu já passei por isso e sei do que estou falando.

Quando você sai de um emprego para abrir a sua própria empresa, acaba transformando a sua empresa em um emprego porque a sua mentalidade ainda não mudou.

Você torna a vender a sua liberdade por um pagamento no final do mês.

Mesmo que você tenha dez ou vinte clientes, vai acabar que o seu modelo de negócio refletirá o modelo mental de empregado e isto será péssimo para você e para a sua carreira.

Seu primeiro dever portanto, para não fracassar, é transformar a sua mentalidade, investindo tempo e trabalho neste processo.

Qual outra razão para o fracasso você acha que faltou nessa lista?

“Todo mundo pensa em mudar o mundo, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo.” ~ Leon Tolstoi (Tweet Isso)

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 236 outros assinantes

Sobre Negócio do Zero

Portal onde empreendedores de primeira viagem encontram o que precisam para criar e profissionalizar seus negócios.

Nossos parceiros de conteúdo...