A Pipoca do Seu Valdir



Em Curitiba, na Praça Tiradentes, tem uma barraca de pipoca que faz um sucesso enorme. Engraçado que na mesma praça devem ter mais outras quatro concorrentes do Seu Valdir, que além de entregar pipoca para seus clientes como seus concorrentes em um modelo de negócio invejável a qualquer empresa que venda produtos ou serviços no nosso Brasil varonil.



QUALIDADES DO NEGÓCIO

  • A barraca de pipoca está pintada impecavelmente de verde e, mesmo com chuva, está sempre com as rodas limpas
  • Um guarda sol também na cor verde sinaliza a posição da barraca
  • O preço da pipoca é único, sem oções
  • Uma atendente lida com o dinheiro e só o Seu Valdir lhe entrega a pipoca
  • Além do saco de pipoca completamente cheio, o simpático Valdir um saco plástico com mais pipoca pelo lado de fora e um envelope de plástico com guardanapo, uma balinha de menta e palito de dente (impressionante)

Na minha opinião só faltou um  bilhete com alguma frase de impacto do tipo: “Pipoca do Valdir – A melhor pipoca de Curitiba”, algo assim.

O QUE MOTIVA AS VENDAS
Segundo Lawrence Steinmetz e William Brooks, as pessoas compram principalmente por causa de cinco fatores, onde o último é o preço:

  1. Qualidade
  2. Serviço
  3. Organização de vendas
  4. A habilidade de entregar o produto ou serviço para o cliente quando e onde ele precisa
  5. Preço

Analisando o negócio do Seu Valdir, vemos que a qualidade na organização da sua barraca de pipoca, no seu uniforme é impecável. Outrossim, seus serviços que sempre lhe entregam pipoca quente e cheirosa captam mais clientes e, em um outro aspecto e, para mim mais importante, seu preço é único e não como as outras barracas que vendem sacos de um, dois ou três reais pensando que poderão captar mais clientes.

Entregar produtos e serviços premium está muito mais ligado ao valor agregado que você vende com este serviço do que a maneira como organizou a sua tabela de preços.

Seja vendendo meus serviços de coach ou os serviços de internet da Noxion, cobro sempre um preço único que, por experiência própria é a melhor opção, pois o mais importante que entrego para meus clientes é a tranquilidade de saberem que os serviços que entrego são de qualidade e trarão satisfação a eles no final do processo.

Tal qual o Seu Valdir, nossas empresas devem se preocupar mais com os serviços que oferecem junto dos seus produtos e serviços do que com a guerra de preços que as empresas à beira da falência fazem entre si.



Recomendo: quem estiver em Curitiba, visite a barraca do Seu Valdir na Praça Tiradentes e veja na prática porque ele vende mais.



7 Comentários

  1. Marcos,

    É impressionante como que coisas teoricamente óbvias como o bom atendimento e organização são ignoradas por tantos empresários. Não é a toa que empreendedores como o Seu Valdir conseguem se destacar.

    Um negóciio interessante é que eu escrevi um artigo uma vez bem semelhante, falando sobre um bar aqui em Campinas que me chamou muita atenção.
    A Caixa, um exemplo de bom atendimento

    Nesse artigo eu menciono justamente o bom atendimento e o fato do preço estar lá em baixo na ordem de importância.

    Viva o seu Valdir e o Alemão, dono da Caixa!

    Abraços,
    Millor

  2. Muito boa matéria,
    Eu sempre aplico na prática os fatores listados acima. Quando vou a uma primera uma reunião, ao invés de utilizá-la como survey, aproveito para surpreender e levo comigo praticamente um briefing completo da solução que o meu cliente busca, só faltando mesmo integrar. Gastou um tempo maior, mas a minha dedicação, interesse e organização agrada ao cliente que pensa: essa empresa se importou! O fato é que nenhuma delas reclamou do preço, o que prova o case de sucesso do Sr Valdir.

    Abs,

    Leonardo Rebitte http://www.venturah.com.br
    Soluções Mobile Iphone

    • Leonardo, Obrigado pelo seu comentário. Preço é realmente a última coisa que você vê ao decidir sobre a compra do seu produto. O que determina a compra é o "valor" dele. Forte abraço!

Comentários não permitidos.