Cardápio Japonês: Modelos Prontos para usar e Imprimir PDF

cardápio japonês

O cardápio japonês bem elaborado faz toda diferença para que seu restaurante fature bastante e tenha um excelente e ágil atendimento. Para saber o que considerar no momento de montar o cardápio de um restaurante japonês, confira nosso artigo.

6 Dicas Para Montar Um Cardápio Japonês

1 – Definir os pratos, sobremesas e bebidas

O primeiro passo para montar um cardápio japonês é definir de forma bem simples, a princípio, os pratos que serão servidos, sobremesas e bebidas. A partir dessa lista inicial é que os demais passos da elaboração desse cardápio irão correr normalmente. 



Nesse momento, não se preocupe em seguir uma sequência, apenas coloque tudo que pretende oferecer numa lista para depois fazer a divisão por categorias (vamos explicar mais adiante).

2 – Detalhar os ingredientes dos pratos

Os pratos do cardápio japonês precisam ser detalhados, apontando os principais ingredientes contidos em cada um deles.

Esse simples detalhe faz com que as pessoas queiram provar os pratos e também torna o atendimento mais rápido, pois os clientes não precisarão perguntar aos garçons/atendentes o que vem em cada prato.

Retomando a lista dos itens oferecidos, na frente de cada um deles, coloque os ingredientes principais. Isso dará bastante clareza na hora de montar o cardápio de acordo com o que você deseja oferecer. Inclusive, este é o momento perfeito para adequar alguns pratos.

Exemplo:

  • Temaki com salmão, salsinha e maionese
  • Uramaki (enrolado de alga com arroz na parte externa e recheio de salmão, cream cheese e cebolinha)

3 – Montar “combos”

No cardápio japonês é bastante comum que o restaurante ofereça combos para que os clientes possam provar diversos itens do cardápio.



É possível definir um certo número e combos, misturando, por exemplo, variadas opções de sashimis (salmão, atum, tilápia), sushis (com recheios variados), temakis, ceviche (salmão, tilápia etc.).

Este é um exemplo de combo:

  • Combo Especial (15 sashimis de salmão, 15 sashimis de atum, 15 sashimis de tilápia, 10 sushis de salmão com cream chesse, 10 sushis com legumes e ceviche de tilápia).

4 – Caprichar nas fotos

O cardápio japonês, assim como no caso dos demais restaurantes, precisa estar com fotos impecáveis.

Sem sombra de dúvida, este é o carro-chefe para que todos os pratos sejam vendidos em excelentes quantidades e também desperta a atenção dos clientes para que eles provem outros pratos no seu restaurante.

Esse capricho nas fotos do cardápio virtual e impresso também estimula as pessoas a indicarem seu restaurante para outras. Isso deixa ainda mais claro a importância do cardápio para as vendas.

Para obter fotos de alta qualidade, a dica é contratar um fotógrafo profissional para fazer este trabalho e registrar os principais pratos que serão servidos no seu restaurante.

Outro detalhe importante é tirar fotos de algumas bebidas, como chopp e caipirinhas, e também de algumas sobremesas. Essa combinação de fatores significa um importante acréscimo no faturamento mensal do seu restaurante.

5 – Separar por categorias

Este é o momento de falarmos sobre a separação por categorias no cardápio japonês. Essa é a forma mais prática de organizar o cardápio e tornar o atendimento mais rápido – outro importante diferencial para o restaurante.



Exemplo da separação por categorias:

Sashimis

  • Salmão (com 20 unid.)
  • Atum (com 15 unid.)
  • Tilápia (com 25 unid.)

Sushis

  • Salmão com cream cheese (8 unid.)
  • Legumes com cream cheese (8 unid.)
  • Atum com maionese (10 unid.)

Combos

  • Sashimi com sushi e ceviche de tilápia (20 unid. de salmão, 20 unid. de sushi de atum e 300g de ceviche de tilápia)
  • Especial Sashimis (salmão – 25 unid., atum – 20 unid. e tilápia – 30 unid.)

6 – Colocar frases com sugestões

No cardápio japonês você pode colocar pequenas frases com sugestões dos melhores acompanhamentos para cada prato. Esse detalhe que passa despercebido por muitos restaurantes faz toda diferença para que você se destaque dos concorrentes e venda mais. cardápio de sucos

É possível fazer sugestões de acompanhamentos de comidas, bebidas e sobremesas. Obs.: aconselhamos dar ainda mais atenção às sugestões de bebidas ao colocar essa frase sugestiva no cardápio japonês.

Exemplo: 

Especial Sashimis (salmão – 25 unid., atum – 20 unid. e tilápia – 30 unid.)

Combina com: chopp pilsen ou caipirinha de saquê com morango e kiwi.

Gostou dessas nossas dicas de como montar cardápio japonês? Deixe sua opinião e fique de olho nos nossos conteúdos para aumentar seu faturamento mensal.

Imagens: diarioonline.com.br / blog.cachacarianacional.com.br