Como abrir empresa que gere pelo menos R$ 10 mil por mês



Como abrir empresa que dê dinheiro?

É isto que a maioria dos empreendedores investe tempo pensando? Só isso.



Tão vago como dizer “eu vou viajar amanhã”, a maioria dos empreendedores passa boa parte do tempo pensando em uma ideia que dê dinheiro sem mensurar o que de fato é isto.

Dar dinheiro pode ter vários significados.

Você pode abrir um negócio que fature R$ 100 por mês e não poderá falar que ele não deu dinheiro, porque de fato ele gerou R$ 100 para você.

Nesse grupo de empreendedores, estão aqueles que sonham em abrir empresas milionárias sem nunca terem vendido uma bala sequer.

Eles querem pular todas as etapas para construir um negócio multimilionário da noite para o dia.

Infelizmente (ou felizmente) não é assim que “a banda toca”.



“Para ganhar um milhão, você precisa ganhar um centavo.” (Tweet Isso)

Portanto, pare de imaginar ideias de negócio e foque naquilo que é essencial para você.

Quanto dinheiro você precisa?

Gere ideias para ganhar em um primeiro momento o dinheiro que você precisa para se sustentar.

Para isso, utilizei o número de R$ 10 mil reais por mês por considerar que essa meta deve ser a necessária para pelo menos pagar as contas do mês e comer uma pizza em família no final de semana.

Mensure quanto de dinheiro você precisa para viver minimamente bem e comece a gerar ideias nesse sentido da forma como eu vou ensinar a seguir.

Abrir empresa: pense de trás pra frente

Se você precisa de R$ 10 mil por mês, significa que você precisa de:

  • 10 pessoas pagando R$ 1.000 por mês;
  • 20 pessoas pagando R$ 500 por mês;
  • 50 pessoas pagando R$ 200 por mês;
  • 100 pessoas pagando R$ 100 por mês; ou
  • 200 pessoas pagando R$ 50 por mês.

Ficou mais fácil agora imaginar ideias para criar empresa que gerem R$ 10 mil por mês certo?

Eu fiquei impressionado com o engajamento dos nossos assinantes por e-mail, quando lhes propus um exercício de “brainstorm coletivo” para todos criássemos ideias de negócio que fossem capazes de gerar um faturamento de R$ 10 mil por mês.

Foram mais de 100 ideias geradas pelos participantes que se empolgaram com a maneira como eu apresentei o exercício.



Ao invés de simplesmente pensar em uma ideia que gerasse R$ 10 mil reais, pedi que dessem ideias para gerar um valor percebido pelos clientes de R$ 50, R$ 100, R$ 200, R$ 500 e R$ 1.000.

Ou seja, para você ter uma brilhante ideia e conseguir seus R$ 10 mil de faturamento por mês, basta que você pense em algo que possa oferecer para as outras pessoas nos valores acima.

  • Você pode cobrar R$ 50 para lavar o meu carro todos os meses.
  • Você pode cobrar R$ 100 para me entregar boas cervejas todos os meses.
  • Você pode cobrar R$ 200 para dar manutenção no meu site todos os meses.
  • Você pode cobrar R$ 500 para fazer compras de mercado para mim todos os meses.
  • Você pode cobrar R$ 1000 para fazer faxina duas vezes por semana na minha casa todos os meses.

As ideias acima são um exemplo de como é possível você pegar algo que você tem (e que tenha valor para as outras pessoas) para dar a elas em troca de uma quantia em dinheiro.

O único problema que você enfrenta é adequar a sua capacidade de atender um determinado número de pessoas oferecendo-lhes uma solução para receber o valor que lhe cabe mensalmente.

Para isso…

Você deve suprir uma necessidade recorrente dos seus clientes

Não existe nada pior para um modelo de negócio que viver exclusivamente da captação de novos clientes mensalmente.

Eventos como a Copa do Mundo prejudicaram a venda de empresas da construção civil e automóveis, por exemplo, ocasionando um impacto negativo no faturamento das empresas desse ramo durante esse período.

Para você conseguir manter uma base de clientes sólida fazendo pagamentos mensais para a sua empresa, você precisa se concentrar em atender suas necessidades recorrentes e não pontuais.

O setor de alimentação é um bom exemplo de satisfação de necessidades recorrentes porque todos nós precisamos comer. Assim como salões de beleza, empresas de abastecimento de água, luz e gás e serviços domésticos.

Não temos como fugir destas áreas de interesse porque nossas vidas dependem delas.

Responda:
Qual necessidade recorrente que você é capaz de resolver para as outras pessoas?

Enfim, agora que você já tem o mapa, é hora de gerar suas próprias ideias e faturar o dinheiro que precisa.

“A mente que se abre a uma nova ideia jamais volta ao seu tamanho original.” ~ Albert Einstein (Tweet Isso)



23 Comentários

  1. Gostei desse pensamento, e até participei do brainstorm. Eu deu uma sugestão de formatação de computadores, limpeza e etc. Mas eu tenho dois problemas:

    1º – Eu sempre me virei em mexer no computador, aprendi tudo sozinho, e não sei o quanto de conhecimento precisaria para conseguir fazer o serviço com tranquilidade, se o que eu sei até agora é muito ou pouco. Assim posso pecar em entregar um serviço com qualidade com determinado prazo.
    2º – Essa área está bem saturada, e a princípio não me vem uma boa ideia que possa gerar um diferencial realmente significativo comparando com grandes lojas desse ramo na minha cidade.

    • Existe mercado ainda…

      Seja inteligente, ofereça treinamento e suporte online
      Cobre o preço diferente dos “sobrinhos”
      Não tenha medo de cobrar um pouco mais caro,
      Porém ofereça um serviço de qualidade
      Quanto a demanda “entrega” invista em funcionários no longo prazo
      Quando seu negócio estiver bem estruturado..

      Espero ter ajudado..

      Abraços

    • Martin.

      Os problemas dessa área são:

      1. Necessidade constante de atualização.
      2. Falta de profissionais “profissionais”.
      3. Bom atendimento e cumprimento de prazos.

      Apesar de ter muita gente fazendo, não tem pessoas realmente qualificadas entregando um serviço que possamos recomendar.

      Não ligue para a saturação e preocupe-se em entregar o seu trabalho com qualidade e escalando o negócio contratando e treinando outros profissionais.

      Obrigado por ter participado do Brainstorm.

      Vamos em frente!

    • Martin,

      Eu também participei e pensei em algo envolvendo TI, no caso minha idéia seria consultoria de software. Mas a parte de hardware também é consultoria, então tá valendo.

      Sobre a área saturada eu concordo em partes. Assim como o Marcos comentou, existem muitos profissionais “fracos” e é nesse ponto que precisamos nos destacar. Oferecendo um serviço de qualidade e atendendo prazo já é um diferencial. Trabalho com TI, e nosso maior problema é assumir algo que não podemos entregar, e isso gera stress, atraso, custo e insatisfação com o cliente. Logo, atender dentro do prazo (apesar de ser mais que a obrigação) já é um diferencial.

      Um outro ponto que acho muito importante é: entender a real necessidade do cliente. Alguns colegas de trabalho se importam muito com a versão da plataforma que será desenvolvida, tipo de linguagem, qual banco de dados usar e etc. O cliente não disse isso como premissa, na verdade ele precisa ver o negócio dele funcionando e de forma mais prática adotando o software. O diferencial é ter jogo de cintura e saber analisar a real necessidade do cliente e conseguir atender suas espectativas.

      Concluindo, se você consegue atender o prazo, entregando o projeto funcional e com qualidade, atendendo a necessidade do cliente, com certeza ele indicará você para outros parceiros e gostará do seu serviço. Não vamos esquecer do preço praticado, não adianta enfiar a faca no cliente. Mas não precisa se vender por uma duzia de bananas.

      Concorda comigo?
      Abraço…

  2. Marcos , tenho loja de lingerie e sex shop, so q e box em galeria, mas tem estado mrto parado, eu tb tenho minha clientes fora, o q vc me sugeria para melhorar as vendas? além do trabalho de panfletagem q e feito uma vez por semana no farol e a pagina no face book?: no aguardo
    M Quiteria

  3. Ola boa noite Marcos.
    tenho uma micro empresa de instalaçoes eletricas e queria uma dica como posso fazer uma boa propaganda para conseguir mais clientes pois estou muito em baixa.
    desde ja muito obrigado.

  4. Olá Marcos abrí a um mês uma empresa de venda e instalação de pisos e divisórias ; pisos vinílicos,laminados e divisórias para escritório.
    Como poderia fazer para atrair clientes já q não estou localizado num lugar de grande fluxo de pessoas. já usei de panfletagem ,sem muito resultado ,Obrigado .

  5. E ai Marcos, bom dia!
    Pesquisando pelo google formas de empreendimento, pois quero ter meu próprio trabalho e daí ter minha independência financeira, acabei encontrando seu site. Estive pensando em abrir minha própria empresa de faz tudo, eu e meu pai, marido de aluguel. Sei que é um ramo que está em crescimento, e na minha cidade parece não haver ninguem e se há não passa de 10 pessoas. Eu fiz a impressão de 5000 panfletos pra anunciar e ver se dá alguma coisa.
    Eu te pergunto, será que panfleto é uma boa forma de anunciar esse tipo de serviço? Será que é uma forma legal de arrumar clientela? Estou pensando em fazer panfletagem em determinado bairro e usar a lista telefônica pra ligar na casa do possível cliente e oferecer os serviços e falar do panfleto entregue, pois daí aumenta a possibilidade de um cliente.
    Será que é interessante fazer isso?

    Obrigado e até mais

    • Carlos, empreendedorismo é teste. Só com o teste na realidade é que você saberá se é panfleto, cartão de visita ou carro de som o melhor meio de anunciar. Distribua os panfletos e teste.

      • Cara, valeu pela resposta!
        Mas será que ligar na casa da pessoa que eu enviei o panfleto e oferecer o serviço seria legal?
        Eu sei que tem gente que não gostaria, mas tem gente que acha interessante. Eu não gostaria de receber esse tipo de ligação, mas sempre vi gente que recebe e aceita os serviços e tal…
        mas de qualquer forma, valeu… seu site em sí já é uma bela amostra do seu esforço em ajudar a todos…

        Brigadão amigo!

          • Eu mesmo fiz a entrega de mais ou menos uns 500 a 800 panfletos desses 5000 em 2 dias da semana passada e já consegui duas clientes. Meu público alvo é mesmo o sexo feminino que nem se arrisca em fazer esse tipo de coisa, seja por medo, falta de jeito e/ou por não saber mesmo.
            Acredito que tenha sido pouco por enquanto por que é primeira semana e até o pessoal abrir a caixinha de correios, demora. Eu fazer a entrega do resto, que estou fazendo sozinho, leva um tempinho por que são 5000 casas. E até começar a propaganda boca a boca pela necessidade leva mais um tempinho… mas acho que o universo vai conspirar a favor… kkkkkkkkkk to pensando positivo 😀 ainda mais depois do primeiro atendimento já feito.
            Agora “só” faltam mais uns 4200 panfletos a serem entregues… vamos ver o que dá.

          • O principal é que você, o quanto antes, saiba quantos panfletos são necessários para conseguir um cliente. Desta forma, terá achado o resultado do “custo de aquisição de cliente”.

  6. Boa tarde , asim tenho em mente em abrir uma empresa de empregadas domesticas onde me procuram e eu levo a empregada lá para fazer os serviços bom não sei o no.e certo disso mas acho que seria bom porque aqui na mi ha cidade tem cerca de 100 mil habitantes e não conheço ninguém que fassa isso que VC me diz pode MW ajudar meu email [email protected]

Comentários não permitidos.