Como calcular o preço de venda da sua hora de trabalho



Um dos meus coachees trabalha com desenvolvimento de software há bastante tempo, mas tem dificuldade para se lançar no mercado como freelancer apesar do seu enorme talento. Ele me procurou pedindo o meu apoio para traçar um plano que ele pudesse seguir para começar a prestar serviços por conta própria e passo a passo conquistasse a liberdade profissional que tanto deseja.

Como primeiro passo, resolvemos estabelecer o quanto ele precisaria cobrar pelo valor da sua hora para que pudesse viver somente do seu trabalho como freelancer. Assim, chegamos a conclusão de que seria necessário, em primeiro lugar, colocar no papel separadamente as despesas fixas e as despesas variáveis para termos uma noção da reserva financeira que seria necessária para ele iniciar o seu empreendimento e do valor que deveria estabelecer como mínimo de entrada em seus projetos.



DESPESAS FIXAS
As despesas fixas não se referem de maneira nenhuma as dívidas de cartão de crédito ou de limite de cheque especial, elas são apenas aquelas despesas obrigatórias para a sobrevivência. Isto quer dizer que neste grupo de despesas deve-se apenas incluir gastos com aluguel, luz elétrica, gás encanado, telefone fixo, plano básico de celular, etc. Tudo aquilo que é extremamente necessário para manter um conforto básico para você e para a sua família.

DESPESAS VARIÁVEIS
Jantares em restaurantes, cinema no final de semana e roupas novas são coisas que não fazem parte das necessidades básicas da sua vida, podendo ser postergadas. Isso significa que elas apenas devem ser anotadas e realizadas somente quando sobrar uma reserva mínima no seu orçamento como profissional autônomo, pois de agora em diante você será o dono da sua empresa e deverá arcar com todos os custos para tal.

DÉCIMO TERCEIRO
Cada vez mais imprescindível no mundo dos freelancers, ter um salário a mais por ano significa poder ficar uns tempos afastado do trabalho para viajar e usufruir do dinheiro que ganhou nos seus projetos. E para conseguir juntar essa quantia em um ano é necessário dividir as despesas fixas por doze e agregar este valor ao seu cálculo de valor de hora.

LUCRO
Esta é a parte mais importante para quem é profissional autônomo, pois é com este incremento que o seu valor de hora ganhará força e crescerá. Um crescimento que corresponde a experiência e competência do profissional. Quando começando, o freelancer deve pensar em algo em torno dos 20% para agregar ao seu valor de hora e, conforme for ganhando mais experiência, aumentar este valor sucessivamente até que a sua vida profissional fique confortável ao ponto de escolher em que projetos irá trabalhar.

FÓRMULA
Sabendo dos itens acima, basta aplicar a fórmula abaixo para chegar com precisão ao seu valor de hora. O meu coachee gostou da idéia e já irá colocar em prática em seus próximos projetos. Em outros artigos colocarei mais alguns dados dessa experiência de coach para a área de TI, a maioria do público que assina este site.

((Desp. Fixas Mensal + 1/12 Desp. Fixas Mensal) + 20% Lucro) / Núm. Horas Trabalhadas = Valor Hora

Exemplo:



((R$1200,00 + R$100,00) + R$260,00) / 80 = R$19,50



26 Comentários

  1. Mas cobrar por hora não dá margem para "enrolar " na execução do projeto e assim aumentar seu custo? Por que não dar o preço por projeto/"pactote"? Qual vantagem e desvantagem em cobrar por hora e por projeto?

  2. Sensacional o site… “Utilize os seus talentos para ser a diferença que deseja para o mundo”… sinceramente é o que venho procurando, mas não sei por que caminho trilhar.. penso em mudar de atividade profissional, mudar de vida e tal.. só não sei por onde começar.. acho q vou dar uma lida nos artigos do site…
    Valeu pela iniciativa.
    Abraços

  3. O Pessoal comentou sobre enrolar e colocar horas a mais. Mas isso é enganar a si mesmo. Pois a concorrência é quem dita as regras, corre-se o risco de não pegar trabalho algum. É necessário cobrar o preço justo de acordo com a sua habilidade e a tecnologia empregada. O que será vendido é conhecimento.

  4. Gostei da fórmula, muito astuto em pensar em uma reserva para um 13º.
    Aproveitando esse raciocínio, sugiro incluir nas despesas fixas as cobranças anuais (dividindo por 12 para ser equivalente ao mês).

    Muita gente na hora de fazer o balanço do mês esquece do IPTU, IPVA, Renovação da Apólice de Seguro e outros gastos que causam um aperto no orçamento mensal, se não planejados.

  5. Carlos,

    o mais importante é a qualidade e não os outros fatores porque o seu desejo é vender este produto para outras empresas.

    Logo, invista em gente talentosa e de qualidade. Creio que o fator crucial para você no momento é o recrutamento e se você precisar de apoio nisso, posso lhe prestar um serviço nessa área fazendo uma "peneira" nos seus futuros funcionários através das técnicas de coaching de talentos.

    Forte abraço, invista em qualidade.

  6. Eis que surge uma dúvida..
    no início de um projeto, contratar pessoas que conheçam um pouco da tecnologia para começar a desenvolver e ficar com a maior parte do lucro ? Ou gastar um pouco mais diminuindo o lucro para contrar uma cara fera que me dará mais segurança e rapidez no desenvolvimento ? Sabendo que esta construção é um produto e que o lucro pode vir depois na venda para outros clientes !
    Bom, acho que eu mesmo respondi minha pergunta, mas diz aí, o que seria melhor ?

    Abraços

  7. Ha desculpe mais não concordo com vc em um item acho que roupas devem sim constar do custo fixo afinal se a pessoa não estiver bem vestido e com um calçado razoavel pode sim perder o cliente.O que a pessoa deve separar é roupa e sapato para trabalho das roupas de para sair!!Uma opanião feminina!!kk

  8. Gostei muito de sua dicas.Masi sinceramente não entendi como vc fez esse cálculo de lucro…Deve ser algo bem simples mais não entendi!!!
    Ha outra coisa nos custos fixos deve incluir tb gasto com previdência púbica ou privada, pois é sempre bom pagar isso.

  9. Carolina,

    depois de somada todas as suas despesas fixas e variáveis, você deve incrementar o valor com um percentual de lucro que inicialmente deve ser de 20%.

    Roupas não são custos fixos, porque mesmo que você compre roupas todos os meses, chega em um momento onde não precisa mais de roupas novas, tornando esta compra esporádica e podendo ocorrer sempre que uma promoção do mercado existir.

  10. Bom dia.Acabo de conhecer o site e felizmente tenho muito o que aprender com ele.Parabéns e obrigada pelos posts.

    No momento preciso de ajuda.Pois me sinto muito perdida.

    Trabalhei durante alguns anos em uma empresa de recreação infantil.Tal empresa de sucesso e bem conceituada em nossa cidade.Durante esses anos desenvolvia lembrancinhas e vendia para os clientes que nos procuravam para fazerem as festas infantis. Em dezembro do ano passado esta empresa foi vendida, e eu não quis continuar com os próximos donos.Abri meu próprio negócio. Um site de lembrancinhas infantis. Acontece que tudo o que parecia que daria certo , não deu. Estou absurdamente frustada. Sou o único site da região, conheço e sei o que os clientes querem e precisam, mas nem visitas ao site eu tenho, muito menos vendas.Investi neste negócio e agora estou prestes a procurar um novo emprego para pagar minhas despesas. Eu fico pensando , será que só dava certo porque trabalhava na empresa dos outros?

    Trabalho há 10 anos, e inclusive ja fui gerente de loja, sempre batia as metas,e sempre tive o meu trabalho reconhecido.Agora que chegou minha vez, será mesmo que a minha vocação é dar 99% do meu suor para os donos da empresas e ficar com comissão de 1%, como sempre aconteceu?

    Você poderia me ajudar?

    Muito obrigada.

    • Luciane » Internet é outro modelo de negócio e é outro mundo. Por quê você não deixa o seu site de lado e se inscreve em redes sociais específicas de artesanato como o Elo7. Lá você terá visibilidade com a sua loja e muita gente para trocar ideias.

  11. Muito Obrigada pela dica.Vou seguir o seu conselho.Inclusive vou atualizar o facebook em função do meu negócio. E com certeza vou continuar lendo o blog.Obrigada!!

  12. Marcos parabéns pelo site,como calculo o valor de um serviço,trabalho comunicação visual,faço banners,faixas,painéis luminoso,faxada de lojas,adesivos,plotters,as vezes tenho que ir no local para fazer medidas e retornar para fazer a instalação do respectivo serviço,sendo que cada serviço usa se um determinado material e criação,o que quero saber por favor como faço para chegar num valor que meu sócio possa fazer e não somente eu..Parabéns e obrigado.

Comentários não permitidos.