Como Fazer Advertência Por Falta e Carta de Advertência

como fazer advertência por falta e carta de advertência

Saber Como Fazer Advertência Por Falta e Carta de Advertência é uma rotina básica em todas as empresas, já que em alguns momentos os funcionários faltam sem justificativa. Confira nosso artigo e veja os detalhes.

Passo a Passo de Como Fazer Advertência Por Falta e Carta de Advertência

Entender quando deve ser aplicada

O primeiro passo de Como Fazer Advertência Por Falta e Carta de Advertência é entender quando esse procedimento deve ser aplicado. A lei trabalhista determina quais são as faltas com justificativa. Para cada uma dessas situações, o funcionário deve apresentar o documento de comprovação, como atestado médico por exemplo.



Além dessa comprovação documental, sempre que houver a necessidade de faltar ao trabalho, o funcionário deve avisar o chefe com a maior antecedência possível.

Esses são os casos de faltas JUSTIFICADAS (nesses casos não cabe carta de advertência):

  • Até 3 dias consecutivos por ocorrência de casamento;
  • Por 1 dia, em cada 12 meses trabalhados, para doação de sangue voluntária e devidamente comprovada (declaração emitida no local no qual ocorreu a doação);
  • Até 2 dias consecutivos por ocorrência de falecimento do cônjuge, ascendente (pai ou mãe), descendente (filho), irmão ou pessoa que está mencionada na Carteira de Trabalho e Previdência Social como dependente econômico;
  • Até 2 dias consecutivos (ou não) para alistamento na condição de eleitor;
  • Pelo período de 30 dias no caso de afastamento por motivos de acidente de trabalho ou doença, mediante apresentação de atestado médico;
  • Por 5 dias nos casos de nascimento de filho (licença-paternidade);
  • Por 1 dia por ano com a finalidade de acompanhar filho de até 6 anos em consulta médica;
  • Por 2 semanas nos casos de aborto não criminoso;
  • Por 2 dias para acompanhar consultas médicas e exames complementares no decorrer da gestação da esposa ou companheira.

Advertência verbal

O segundo passo de como fazer advertência por falta e carta de advertência é realizar uma advertência verbal inicialmente, deixando bem claro ao funcionário que não podem ocorrer faltas sem justificativa.

Elaboração do documento

A próxima medida de como fazer advertência por falta e carta de advertência é elaborar o documento (a carta de advertência). Para facilitar nas rotinas do dia a dia, recomenda-se criar um modelo padrão dessa carta e deixá-lo salvo, substituindo apenas informações como nome do funcionário, número de documento pessoal e data.

Modelos de como fazer advertência por falta e carta de advertência

como fazer advertência por falta e carta de advertência

Modelo 1

CARTA DE ADVERTÊNCIA



Sr. (a)…………………………………………………………, pela presente carta de advertência informamos que, por motivo de falta injustificada ocorrida no dia……/……../………, estamos aplicando essa advertência por escrito. Aproveitamos a oportunidade para informar que, caso essas faltas injustificadas se repitam, será aplicada suspensão de………dias.

São Paulo, (dia) de (mês) de (ano).

Atenciosamente,

 

Nome da empresa

Nome do responsável pela emissão da carta

Cargo do responsável pela emissão da carta

Assinatura do responsável pela emissão da carta



 

Nome completo do funcionário

Assinatura do funcionário

Modelo 2

CARTA DE ADVERTÊNCIA

 

CARTA DE ADVERTÊNCIA DISCIPLINAR

Sr. (a)…………………………………………………

Referente a: falta injustificada no dia…../……./……….

A presente carta de advertência está sendo aplicada em decorrência de uma falta injustificada ocorrida no dia…../……./……….. Lembramos que a reincidência de tal situação acarretará suspensão de ……dias e demais medidas cabíveis de acordo com a legislação em vigor.

Local e Data:________, de __________ de _________.

 

Nome e assinatura no empregador

Nome e assinatura do empregado

Cada um desses modelos de como fazer advertência por falta e carta de advertência é perfeitamente aplicável. A carta de advertência deve ser impressa em papel timbrado da empresa, em 2 vias (uma fica com a empresa e outra com o empregado), logo depois que todas estiverem assinadas.

Outra recomendação é arquivar todas as cartas de advertência assinadas juntamente com os documentos do funcionário na empresa, tais como fichas de registro. Esse controle dos documentos é essencial para comprovar atos indisciplinares em possíveis audiências trabalhistas.

Além da carta de advertência, caso ocorram novamente faltas injustificadas, cabe ao empregador aplicação de suspensão ao funcionário como medida disciplinar. Nos casos mais graves, também é possível que seja realizada demissão por justa causa.

Depois de aprender como fazer advertência por falta e carta de advertência, confira nossos demais conteúdos sobre modelos de documentos utilizados diariamente nas empresas e órgãos públicos.

Imagens: gazetadopovo.com.br / marcusmarques.com.br