Como validar a sua ideia de negócio sem dinheiro



O texto a seguir foi enviado por e-mail ontem pelo pessoal do AppSumo que trabalha desenvolvendo material para empreendedores da forma mais inovadora, criativa e prática possível. Neste texto eles exploram o caso de um wantrepreneur (algo como empreendedor do querer em português) que estava abrindo uma empresa de locação de equipamentos de foto e vídeo na sua cidade. Acompanhe como foi realizada a validação da ideia de negócio deste rapaz e aplique-a no seu modelo de negócios.

Abro aspas.



Meu amigo Taylor comprou uma câmera extremamente cara para iniciar um negócio no seu tempo livre alugando câmeras através da internet. Ele começou o seu empreendimento fazendo tudo aquilo que um “wantrepeneur” faz:

  • Pesquisou um domínio para colocar seu site.
  • Começou a aprender WordPress para poder criar um blog sobre aluguel de câmeras.
  • Escrever artigos sobre aluguel de câmeras para poder aparecer melhor ranqueado nos mecanismos de busca.

E com o passar do tempo ele chegou a falar que iria buscar investidores para o seu negócio. Eu explodi!

Então fiz a ele uma simples pergunta:

“Você sabe se alguém quer alugar este tipo de equipamento em Austin?”

Ele prontamente me respondeu:

“Eu não poderei saber enquanto não tentar.”

Aqui estava o ponto onde ele estava errando. Veja, existe uma maneira muito fácil para saber se um modelo de negócios irá funcionar. Isto se chama validação.

Uma validação é um “teste” que leva de três a trinta dias para verificar se pessoas irão pagar por um produto ou serviço.



Assim, existe uma maneira que nós poderíamos validar a ideia do meu amigo de graça e gastando muito pouco tempo.

Aqui vai.

De fato, nós construímos a validação para a ideia de Taylor em menos de 30 minutos de graça… e conseguimos a nossa primeira venda em 17 horas!

Veja como fizemos:

Primeiro: Nós queríamos saber se pessoas estavam dispostas em gastar algum dinheiro alugando uma câmera de alto nível. Decidimos então que a Craiglist era um bom lugar para colocar um anúncio. Craiglist é um site de publicação de anúncios gratuitos e regionalizados, algo como o Bom Negócios faz por aqui.

Segundo: Nós desenvolvemos um super-simples anúncio que levou apenas alguns minutos para ser feito e que não necessitou de quase nenhuma criatividade para fazer. Veja como ficou:

taylor-ad_1

Terceiro: nós publicamos o anúncio na Craiglist (de graça) na categoria Fotografia, dentro de serviços e ficamos esperando os resultados cruzando os dedos.

Apenas duas coisas poderiam acontecer nos próximos dias:



Cenário Ruim: Nós teríamos ninguém perguntando sobre a câmera. Um mal sinal. Isto poderia significar que não existia muita demanda por serviços de aluguel para esta câmera, o que também significa que este seria um péssimo negócio para se entrar.

— ou —

Cenário Bom: Nós teríamos uma quantidade enorme de pessoas que buscariam alugar a câmera imediatamente, indicando que nós estávamos suprindo, com este serviço de aluguel, uma grande demanda do mercado. Se pessoas começassem a pagar por isso, esta ideia tinha um grande futuro pela frente!

Resultados reais:

Nós publicamos este anúncio e 17 horas depois, Taylor me ligou dizendo que alguém havia alugado a câmera! Uma pessoa havia ligado para ele perguntando qual o preço para alugar a câmera e Taylor respondeu para a pessoa que custava US$25 a mais do valor de um aluguel deste tipo de câmera em uma loja física e a pessoa pagou e alugou a câmera naquela tarde.

Isto significa que conseguimos fazer a nossa primeira venda em 17 horas!

Veja como nós provamos que esta ideia realmente pode funcionar? Apenas 30 minutos para colocar um anúncio na internet sem gastar nada.

  • Não criamos um site.
  • Não gastamos qualquer dinheiro.
  • Não escrevemos um plano de negócios.
  • Não compramos cartões de visita.
  • Não buscamos um investidor.
  • Nada.

O próximo passo seria repetir este mesmo sucesso algumas vezes mais. Se mais pessoas continuassem alugando a câmera então seria a hora de criar um site e expandir o negócio com mais equipamentos.

Se você está cansado de ainda não ter iniciado um negócio porque isto parece ser uma tarefa bastante dura, primeiro VALIDE a sua ideia antes de começar a investir dinheiro nele.



8 Comentários

  1. Noah faz um ótimo trabalho com Appsumo.

    Recomendo duas entrevistas (em inglês) muito boas com o Noah, fundador da Appsumo, pra quem tiver interesse.

    1) Como construir uma lista de 600 mil inscritos – Clay Collins

    http://www.marketingshow.com/internet-entrepreneur-noah-kagan-on-business-failure-marketing-plan/

    2) Como construir um negócio milionário – O cara, Tim Ferris

    http://www.fourhourworkweek.com/blog/2011/09/24/how-to-create-a-million-dollar-business-this-weekend-examples-appsumo-mint-chihuahuas/

    😉

  2. Marcos, muito bom artigo, realmente a simplicidade e objetividade da validação me deixou, com muito mais “gás” para tentar outros empreendimento. Valeu!

  3. Olá Marcos,

    primeiramente parabéns pelo site.
    Desde que descobri o site tenha acompanhado suas postagens.
    Ao ler o texto acima identifiquei situação parecida com ideia que tenho em mente.
    Como validar o negócio?
    O que me ocorre nesse sistema de validação é que alguém pode “roubar” minha idéia(pelo menos eu vejo assim). Já que fica exposta a qualquer um.
    E se outra pessoa tem mais recursos para levar o projeto adiante posso perder a oportunidade do negócio.
    Se tivesse mais recursos(financeiros) certamente tentaria levar o projeto adiante mesmo correndo risco de não dar certo. Mas isso é outro problema.
    O que eu queria comentar é a mesmo a exposição da ideia e o risco de outro se aproveitar dela.
    Talvez haja um outro de validação mais fechado, mas ainda não descobri.

    Abraço.

    Flávio.

    • Obrigado pelo comentário Flávio, mas aprenda que ninguém tem a capacidade que você tem para implementar a sua ideia mesmo que com muito dinheiro. Não é o dinheiro que realiza as empresas, mas a imaginação de quem a coordena. Quantas empresas “copiaram” o modelo de negócio da WiseUP? E quantas delas se tornaram tão grandes quanto a WiseUP com seu grupo de empresas? Nenhuma. Só o Flávio (dono da WiseUP e outras empresas) permanece à frente.

    • Flávio não se preocupe com isso. muitos deixam de fazer algo por achar que sua ideia será roubada e mesmo se for, só você pode fazer do jeito que você quiser tendo uma proposta única com mais valor para o cliente.

      O mais importante é: coloque sua ideia logo no mercado mesmo sendo imperfeita. No começo perfeição não é o objetivo e sim a ação.

Comentários não permitidos.