Crescimento pessoal? Empreenda!



Essa semana andei refletindo bastante sobre o quanto nós empreendedores “diferentes” crescemos como pessoas. Querer fazer a diferença no mundo com os seus talentos e ganhar dinheiro com isso é para poucas pessoas que realmente estão comprometidas com a sua evolução individual e também profissional. O que temos na maioria dos casos, são empreendedores que apenas são donos do próprio emprego e não que tenham um objetivo maior de construir algo verdadeiro e fazer a diferença no seu nicho de mercado.



O QUE O EMPREENDEDORISMO “DIFERENTE” OFERECE?

  1. Aprender a gerenciar seu tempo
    Com tantas coisas para se fazer é necessário ter um bom nível de samba para poder rebolar entre uma atividade e outra. Ao invés de aprender em cursos você aprende a gerenciar seu tempo na prática e pagar seus erros do próprio bolso.
  2. Trabalhar pela sua missão
    Quem já teve mais de um negócio sabe muito bem que abrir um “emprego” e continuar escravizado não vale à pena. Bom é aquele negócio onde você tem prazer, onde você realiza algo e questiona o tempo todo. Sua missão está lá e você sabe que está dia após dia fazendo algo acordado por ela.
  3. Ser mais criativo
    Com a concorrência invadindo o corredor da sua empresa, você tem que manter-se sempre à frente deles e também criar novas maneiras de se fazer a mesma coisa. Não falo de brigar por preço, mas comprometer-se com a criatividade.
  4. Ficar de olho no extrato
    Se não ficar de olho no extrato a empresa quebra. Mesmo. Enxergar o quanto de recursos financeiros está entrando, quando está saindo, para onde, o quê, por quê, como, faz com que não só a saúde da sua empresa melhore, mas também a sua pessoal fique mais pautada na realidade do que no sonho consumista que nos assombra.
  5. Não brigar por preço
    Brigar por preço só o torna tão medíocre quanto as outras 350 mil empresas que também brigam por preços. O empreendedorismo diferente briga por  serviços diferentes, mesmo para quem vende produtos, pois se vende, já está a prestar um serviço.

Você tem alguma sugestão para o empreendedorismo “diferente”? Complemente a lista.