Cronoanálise – O Que é, Resultados e Objetivos



cronoanálise

A cronoanálise (análise do tempo) é uma das ferramentas mais utilizadas nas indústrias e também nos processos logísticos, tendo como foco identificar quanto tempo é necessário para concluir determinada tarefa ou processo. Para saber todos os detalhes sobre como essa análise melhora os resultados nas empresas, confira nosso artigo.

Objetivos da cronoanálise

Aprimoramento de processos

Por meio da cronoanálise é possível aprimorar os processos, especialmente no que se refere ao balanceamento da linha de produção e operações logísticas da empresa.

Economia de tempo e recursos



A aplicação dessa análise que busca medir o tempo necessário para concluir tarefas e processos faz com que a empresa tenha uma significativa economia de tempo e diversos recursos (materiais, financeiros etc.). Essa economia, por sua vez, faz com que a empresa consiga reduzir os custos e despesas operacionais, o que aumenta a margem de lucro líquido.

Aumento da qualidade

A cronoanálise faz com que os processos industriais sejam mais ágeis, o que beneficia a qualidade dos produtos elaborados. Esse fator interfere de forma positiva nas vendas, fazendo inclusive com que a empresa tenha condições de atender uma maior quantidade de clientes.

Resultados da cronoanálise

No que se refere aos principais resultados proporcionados pela cronoanálise, eles são:

  • Obtenção de informações estratégicas quanto aos índices de produtividade;
  • Maior facilidade nos processos de tomada de decisão;
  • Planejamento assertivo;
  • Aumento do desempenho em todas as tarefas e processos;
  • Aumento gradativo dos valores de faturamento e margem de lucro;
  • Redução das falhas ocorridas no processo produtivo;
  • Prevenção de desperdícios materiais e financeiros;
  • Constante melhoria dos processos.

Como aplicar a cronoanálise na sua empresa?

Para aplicar a cronoanálise nas empresas é necessário considerar os seguintes passos:

1 – Definir qual tarefa ou operação deverá ser medida de acordo com a importância exercida na cadeira produtiva/logística.

2 – Verificar qual será o operador responsável pelas medições e quais regras ele deverá cumprir quanto à demonstração das informações obtidas durante a cronoanálise.



3 – Realizar a cronometragem utilizando os equipamentos adequados.

4 – Analisar o nível de estabilidade das medições.

5 – Considerar o ritmo de trabalho seguido no decorrer da cronoanálise e determinar níveis adequados de tolerância.

6 – Calcular o tempo padrão da análise.

Quais são as etapas da cronoanálise

cronoanálise

Conforme já vimos, o objetivo central da cronoanálise é melhorar a execução de uma operação, priorizando movimentos mais simples, rápidos e que gerem menor fadiga aos colaboradores.

Para obter esses resultados é importante considerar as etapas dessa análise do tempo, que são:

  • Mapeamento de todas as etapas contidas em determinado processo;
  • Definição dos alimentos abrangidos em cada etapa da atividade;
  • Realização de levantamentos dos tempos atuais e reais para realização de uma tarefa ou processo;
  • Estabelecimento de tempos padrão a serem adotados;
  • Definição de ações de melhoria;
  • Racionalização e padronização de tarefas e processos com foco na obtenção dos melhores resultados.

Como surgiu a cronoanálise?

A cronoanálise tem suas origens no Estudo dos Tempos e Movimentos desenvolvido por Frederick Taylor, um dos mais importantes estudiosos da administração clássica. As teorias desenvolvidas e divulgadas receberam o nome de Taylorismo.



Esse conhecimento passou a ser difundido entre as empresas no ano de 1911, quando foi publicado o livro de Taylor com o título “Princípios de Administração Científica.” A partir desse período, as empresas adotaram estilos de administração com maior ênfase nas tarefas com o objetivo central de aumentar a eficiência e produtividade.

O Taylorismo teve grande influência no método de organização do trabalho em indústrias de todo o mundo e é até hoje uma das maiores referências para padronização de tarefas e processos (especialmente nas indústrias).

Princípios fundamentais do Taylorismo

Para compreender ainda mais a importância da teoria de Taylor e as origens da cronoanálise, vejamos os princípios estipulados, que são:

  • Substituição total de métodos improvisados ou empíricos por métodos testados e com respaldo científico, fator essencial para garantir um bom planejamento;
  • Fazer uma seleção dos colaboradores de acordo com suas melhores habilidades e treiná-los para o cargo que irão ocupar;
  • Manter uma supervisão constante para avaliar se o trabalho está sendo realizado conforme estabelecido.

Além de saber todos os detalhes sobre cronoanálise, veja esse nosso conteúdo específico sobre gestão moderna nas empresas para obtenção dos melhores resultados operacionais e financeiros.

Imagens: idealmarketing.com.br / bizfluent.com