6 indicadores de desempenho imprescindíveis para qualquer negócio



Indicadores de Desempenho

Médicos que atuam em países em desenvolvimento utilizam como um de seus indicadores de desempenho a taxa de mortalidade infantil daquele país, uma razão entre o número de crianças que nascem e o número de crianças que morrem.

De maneira similar, a performance de jogadores de futebol que atuam como atacantes é medida com base no número de vezes em que eles chutam ao gol sobre o número de vezes que eles efetivamente fazem gol.



Investidores também adoram analisar indicadores de desempenho e quanto mais indicadores você tiver no seu negócio para analisar, melhor será o seu controle sobre o negócio e maior também será o seu valor de mercado.

Um indicador de desempenho demonstra a relação entre dois números, que se utilizados da maneira correta, medindo o que deve ser medido, possibilitará tomadas de decisões de negócio mais rápidas e realistas.

Se você está planejando vender a sua empresa um dia ou pelo menos tem o desejo de colocá-la num rumo certo que te gere menos dor de cabeça, aqui vão seis indicadores de desempenho para você coloca a sua atenção a partir de agora:

Indicadores de desempenho chave

1. Empregados por metro quadrado

Dividindo o número de empregados que você possui pelo número de metros quadrados do local de trabalho que alugou, você conseguirá enxergar o quão eficiente é o aproveitamento de espaço da sua empresa. Corretores de imóveis comerciais dos EUA usam uma regra geral de 16 a 23 metros quadrados por empregado como um indicador de eficiência.

2. Nível de satisfação de boca-a-boca

Fred Reichheld e seus colaboradores da Bain & Company junto com a Satmetrix desenvolveram a metodologia Net Promoter Score que utiliza uma simples questão como indicador de desempenho de recompra e recomendação.

Experimente perguntar aos seus clientes:



“Em uma escala de 0 a 10, quão atrativa é a ideia de você nos recomendar para um amigo ou conhecido?”

Notas 9 e 10 indicarão o percentual de clientes divulgadores da sua marca e já notas de 0 a 6 indicarão o percentual de pessoas que provavelmente falam mal da sua empresa para outras pessoas.

Subtraindo o percentual de pessoas insatisfeitas pelo número de pessoas que recomendam a sua empresa para outras pessoas você chega ao seu Net Promoter Score (NPS).

Uma empresa média nos Estados Unidos possui um NPS entre 10 e 15 por cento.

Reicheld comprovou que empresas com um NPS acima da média crescem mais rápido que as empresas que estão na média.

3. Receita por metro quadrado

Analisando a sua receita anual pelo número de metros quadrados da sua empresa ou área de atuação lhe dará um sentimento de quão eficiente a sua empresa está sendo em converter potenciais clientes em compradores, além de lhe dar um ótimo indicador para saber se a sua empresa está crescendo ou encolhendo.

A maior parte dos segmentos de mercado tem um benchmark (referência).

Por exemplo, a receita por metro quadrado de um respeitado varejista é de US$ 300 nos EUA.

4. Receita por empregado

A folha de pagamento é a despesa número um para a maioria dos negócios, o que explica porque maximizar a sua receita por empregado ser traduzido logo em um aumento do seu lucro.



Google, por exemplo, desfrutou de uma receita por empregado de mais de um milhão de dólares em 2015, enquanto uma empresa mais tradicional e mais dependente de pessoas sofre para ultrapassar a marca de US$ 100 mil por empregado.

5. Clientes por gerente de conta

Quantos clientes você pede que seus gerentes de conta gerenciem? Encontrar um equilíbrio pode ser complicado.

Alguns gerentes de bancos são forçados a gerenciar com mais de 400 contas enquanto alguns gerentes de riqueza de alto nível tem apenas 50 clientes para lidar.

É difícil dizer qual a proporção correta de clientes por gerente de contas porque isso vai depender do seu ramo de atuação.

Aumente devagar a proporção de clientes por gerente de conta até que você perceba o primeiro sinal de deterioração da estrutura (queda nas vendas e queda nos indicadores de satisfação). Neste ponto você vai perceber que forçou muito a barra e terá de recuar.

Porém, terá descoberto a sua medida.

6. Interessados por visitantes

Qual a proporção de visitantes do seu site se transformam em clientes em potencial?

O Dr. Karl Blanks e Ben Jesson são os fundadores da Conversion Rate Experts, que presta consultoria para empresas como Google, Apple e Sony na forma como eles podem converter mais do tráfego de seus sites em clientes.

Neste caso também não existe uma medida certa e eles recomendam que ao invés de você comparar seus indicadores de desempenho com os de seus concorrentes, busque comparar seus números com você mesmo.

Dessa forma, você conseguirá bater sempre suas metas e corrigir problemas oriundos do seu público que pode ser mais específico que o público de um concorrente.

Conclusão

Empresários que investem na profissionalização de suas empresas têm um apetite grande por dados, porque quanto mais dados eles têm em mãos, melhores decisões eles conseguem tomar, prevenindo perdas no curto, médio e longo prazo.

Se você gostaria de ter uma avaliação do seu negócio e conhecer como ele está em relação a sua área de atuação e seus concorrentes, considere entrar no nosso site e conhecer a metodologia do Value Builder Score que profissionaliza empresas e maximiza seu valor de mercado.