Ingrediente principal presente nas maiores empresas do mundo



O que eu vou revelar a seguir não é nenhuma novidade e tão pouco um grande segredo trancado a sete chaves pelas maiores empresas do mundo, mas é algo que poucas pessoas percebem quando começam a criar seus modelos de negócios.

Dê uma olhada no ranking publicado recentemente das 10 maiores empresas do mundo segundo a revista Fortune:

  1. Walmart
  2. Royal Dutch Shell
  3. Sinopec
  4. China National Pretroleum
  5. Exxon Mobil
  6. British Petroleum
  7. State Grid
  8. Volkswagen
  9. Toyota Motor
  10. Glencore


Dessas, 7 empresas pertencem a indústria do petróleo e/ou energia, enquanto Wallmart pertence a indústria do varejo e Volkswagen e Toyota a indústria automobilística.

O que as maiores empresas do mundo têm em comum?

Todas elas, sem exceção, satisfazem as necessidades de um grande número de pessoas.

Aliás, seus modelos de negócio estão fundamentados em atender o maior número de pessoas possível dentro do mercado onde atuam.

O que não acontece com a maioria dos modelos de negócio dos pequenos empreendedores.

Existe uma razão para isto.

Os pequenos empreendedores não atingem um grande número de clientes porque se contentam em atender a superfície dos seus problemas.



Empreendedores iniciantes, na maioria das vezes, criam empregos para si ao invés de empresas.

Se abre uma loja para comércio de equipamentos de informática, ele se concentra em entregar mouses, teclados e headphones.

Se abre uma loja de comércio de ração para animais, ele se concentra em entregar ração para cachorros e gatos.

Se abre uma prestadora de serviços de consultoria, ele se concentra em entregar relatórios com análises e ponto final.

Com modelos de negócio atendendo a superficialidade dos problemas dos seus clientes, as pequenas empresas tornam-se descartáveis sendo facilmente substituídas por qualquer outra empresa existente no mesmo ramo.

Você acredita que o trabalho do Walmart é somente entregar xampu, leite ou roupas para seus clientes?

Certamente que não.

Xampu, leite e roupas estão na superfície dos problemas reais que o Walmart resolve.



Na realidade, Walmart e outras empresas do varejo por exemplo, entregam logística e preço para seus clientes.

Eles tomam conta dos problemas de logística que a minha ou a sua família teria para ter um xampu em casa a um preço justo que possa pagar.

Se eles se concentrassem apenas em ter xampu na prateleira, de qualquer marca e qualquer qualidade, seriam como uma empresa pequena.

Repare que é muito comum ir comprar algo em um pequeno comércio e ouvir do proprietário que estão sem fornecedor para atender a um pedido seu.

Outro dia fui comprar uma tomada para colocar na extensão um pouco maior que o comum e a loja de materiais de construção de perto de casa me disse que estavam sem fornecedor para este tipo de material.

Da mesma forma, quantas vezes você ouviu de um prestador de serviço que o serviço que contratou não conseguiu ser entregue porque ele teve um problema com algum dos seus fornecedores de materiais e serviços?

Como consumidores nós não queremos saber se um caminhão da empresa de logística do Walmart teve problemas no trânsito e não conseguiu chegar a tempo para descarregar o leite que precisávamos comprar.

Embutido no preço dos produtos que o Walmart vende, está o custo por cuidar desse problema para nós.

Afinal, o Walmart só consegue atender a um grande número de pessoas porque se compromete em solucionar nossos problemas neste nível de profundidade.

As empresas grandes se apossam dos problemas dos clientes, enquanto as pequenas compartilham seus problemas com eles.

3 fundamentos de toda empresa grande

Como vimos nos exemplos das maiores empresas do mundo, para você construir uma empresa de sucesso que possa vir a ser a maior empresa do seu mercado, você deve obrigatoriamente:

  1. Satisfazer o problema por trás do problema dos seus clientes.
  2. Modelar o seu negócio para atender o maior número de pessoas.
  3. Assumir a responsabilidade pelos obstáculos que possam impedir a resolução do problema fundamental dos seus clientes.

Você só pode dizer que alcançou o sucesso quando conseguir entregar o seu trabalho para o maior número de pessoas disponível no mercado onde atua.

Vamos supor que você possui uma empresa de desenvolvimento de software que está trabalhando na criação de um sistema para gerenciamento de consultórios odontológicos.

Você não deve somente focar no problema superficial que o seu software resolve para o seu cliente.

Manter o cadastro de pacientes da clínica atualizado e fluxo de caixa em dia são tarefas comuns encontradas em diversos outros softwares semelhantes no mercado.

Você precisa conhecer o real problema do seu cliente para construir a sua solução em torno disso.

Seguindo este exemplo, pelo pouco que conheço deste mercado, sei que as clínicas odontológicas não podem realizar publicidade da mesma forma que as outras empresas que não são ligadas a área de saúde fazem.

Existe um código de ética estabelecido pelo Conselho Federal de Odontologia que inibe esta prática.

Sabendo disso, posso imaginar que o maior problema dessas empresas seja atrair clientes novos, uma vez que elas não podem anunciar uma promoção ou dizer que seus profissionais são melhores que os outros como fazem as empresas fora da área de saúde.

Logo, como você pode ser realmente útil para clínicas odontológicas enquanto empresa de desenvolvimento de software?

Resolvendo um problema fundamental por baixo de todos os outros problemas dos seus clientes.

Resolvendo o problema fundamental, você conseguirá não só ter um cliente, mas também abocanhar uma grande fatia do mercado enquanto seus concorrentes correm atrás daquilo que não deram atenção.

E mais…

Se você derrubar todas as outras barreiras que dificultam seus clientes a terem suas necessidades satisfeitas como no exemplo do Wallmart, você certamente dominará o mercado.

Dentro do treinamento Negócio do Zero, ensino você a descobrir qual o potencial da sua ideia de negócio. Aliás, este treinamento foi criado a partir das minhas respostas à pergunta:

“Qual o problema por trás de todos os problemas que estou resolvendo para os meus clientes?”

Conheça os problemas por trás dos problemas dos seus clientes para diferenciar totalmente o seu negócio dos outros do mesmo ramo.

Evite o erro de começar uma empresa pensando em construir um emprego para você ao invés de construir realmente uma empresa que possa se desenvolver mesmo que sem as suas mãos.

“Empreender é diferenciar-se” ~ Leila Navarro (Tweet Isso)



2 Comentários

Comentários não permitidos.