Pagar ou não pagar impostos?



No post de ontem, publiquei um vídeo do TEDxSP 2009 onde Fábio Barbosa, presidente do Banco Santander, dissertou muito bem sobre o porque de devermos nos preocupar com as atividades do nosso dia a dia para compor uma sociedade mais justa, moral e ética. Em determinado momento ele comentou a ilegalidade de determinadas atividades diárias das nossas vidas tentando de alguma forma tirar vantagem sobre o sistema, nos vangloriando deste fato.

É muito comum o pequeno empreendedor informal ilegal crescer sem o registro da empresa, sem pagar alguns impostos, sonegando um pouco aqui e mais um tanto acolá com a desculpa de que está economizando para conseguir sobreviver. Acontece que roubar um milhão de reais ou apenas dez centavos de real é a mesma coisa: roubo. Seríamos enquadrados dentro do mesmo artigo criminal e ficaríamos atrás das grades do mesmo jeito. Será que você seria capaz de contar suas atividades ilícitas para os seus filhos na hora do jantar?

Na minha empresa, já passei por diversas situações onde clientes nos propunham que não emitíssemos notas fiscais para os nossos serviços para diminuir o preço daquilo que estavam pagando para nós. Sem querer falar do aspecto moral disto, perceba que se o cliente quer economizar de cerca de 10% para poder comprar o seu produto ou serviço, significa que ele se valoriza tão pouco que economizar R$30 ou R$100 pode influenciar a sua decisão em lhe contratar, ou seja, ele também não valoriza nem um pouco o que você faz.



AJA DENTRO DA LEI E SEU NEGÓCIO IRÁ PROSPERAR
Boa parte da energia que um empresário investe para pensar em como burlar o sistema para tirar vantagem, poderia estar utilizando para criar novas estratégias para admitir mais clientes no seu negócio. Pode parecer difícil isso, mas é mais fácil do que parece, pois este sistema enquadra e aterra todas as suas grandes idéias de fazer dinheiro e colocarão suas decisões sob um novo prisma.

“Sejamos nós a diferença que desejamos para o mundo.” Gandhi

Não é muita hipocrisia falarmos mal do caso do José Roberto Arruda se em nossas casas, instalamos TV a cabo pirata, “gato” na água e na luz e estacionamos em local proibido? Não importa se o preço que pagamos pelos serviços que consumimos é caro ou o valor dos impostos são exorbitantes, importa que esse “jeitinho brasileiro” não resolve definitivamente o problema das nossas contas altas, só coloca um paliativo por cima, tapando o sol com a peneira.

Se todos nós pagássemos nossos impostos devidamente, teríamos mais atenção ao votar em nossos políticos e brigaríamos mais por cada centavo. Mas deixando passar centavo a centavo, nota fiscal a nota fiscal, nos vemos cada vez mais atados a um sistema corrupto e podre, pronto para desmoronar.



13 Comentários

  1. Quem é esse babaca? será que ele não percebe que é o empresario que esta sendo roubado. pense nisso…

    Quando vc é funcionario o sistema é muito mais justo, pois vc ganha 10.000 e te descontam 25%. vc fica com 7.500.

    quando vc é o empresario, muitas vezes fatura 100.000 a sua margem de lucro bruto é 40%, o que sobra 40.000. o problema é que vc paga os impostos sobre os 100 e nao os 40. com isso faça a conta e vc vai perceber que vc vai ficar com pouquissimo ou quase nada… tira aluguem, funcionario, só de impostos nessa operação vc pagaria uns 32.000 e o resto.. paga com o que.. qquem é o ladrão de fato?

  2. Luciano, ladrão é aquele que rouba. Empresário é aquele que tem empresas. Se você é empresário e sonega impostos é ladrão tal qual o ladrão que bate a nossa carteira. Como empresário passo pelos mesmos problemas que todos os outros, mas uma das tarefas de um cidadão de bem é agir dentro da lei. Roubar porque o outro rouba é um pensamento retrógrado que só puxa a humanidade para trás. Ofender os outros, por conseguinte, também.

    Vamos reduzir os impostos pela lei?

  3. E o governo,cobrando impostos inconstitucionais e portanto ILEGAIS, e desviando boa parte em corrupcao,nao é ladrão?

    Existe algum problema em evitar ser roubado? Se um ladrao vem armado me roubar,nao tenho direito á autodefesa? Entao,qual a diferenca?

  4. Joe,

    nem todo político é ladrão assim como nem todo empresário é ladrão.

    Dizer que sonegação de impostos é o nosso direito de defesa contra a corrupção, é ignorar o sistema político e democrático que nós construímos. Se temos algo contra um imposto, podemos protestar, votar, eleger novos políticos, etc. Mil e uma maneiras éticas e honestas de corrigir o sistema.

  5. Os impostos que são cobrados nesse país são motivos de riso, porque, de fato, é uma piada. Pena que o povo não acha tanta graça. Mas isso não é o pior… o pior é que esse dinheiro só serve para sustentar os parasitas do poder. Ou seja, a educação precisa ser melhorada, mas "não há dinheiro"; a saúde precisa ser aprimorada, mas "não há dinheiro"; obras precisam ser feitas, mas "não há dinheiro". Mas na hora de aumentar o salário dos políticos existe dinheiro público, e isso precisa ser feito pois eles trabalham demais (coitadinhos, quase não tem tempo.. se dedicam tanto para o povo).

  6. boa a tarde!!

    cada um sabe, das suas responsabilidades, eu era funcionario e pensava de um jeito, agora sou empresario e penso de outro,mas que é um absurdo é!!!! se torna insustentavel todo negocio, tem que rebolar daqui, rebolar dali, nao era mais facil se fazer um imposto unico já retido na hora de qualquer transacao? mas com um valor considerado exemplo 5%, mas todos iriam pagar ok?

    abs.

  7. O maior Ladrão é o Estado! Não se iludada rapaz… o governo nunca vai ficar sem dinheiro, nunca via passar por CRISE..

  8. No Brasil existe um equívoco quando se fala em quem paga impostos. Vamos ser sintéticos. Imposto só se paga enquanto consumidor. Enquanto empresário não se paga impostos. O Empresário na verdade é o mesmo que o antigo coletador de impostos da época do império. Ele apenas retem a parte que pertence ao estado de tudo que o seu cliente comprou dele, pois o imposto esta embutido na formação do preço. O Imposto é devido onde se para o bem ou serviço. O empresário só paga impostos enquanto consumidor, se ele for apenas o empreendedor só paga enquanto investidor, pois todos os béns que ele compra para o seu negócio para ali e não é vendido para seu cliente. No entanto é paranóia esse sentimento de sofrimento do empresário brasileiro com a carga de impostos. Quem realmente deveria reclamar é o cara que consome um bem ou serviço. É que no Brasil estas coisas não sao esplicadas. Todo mundo acha que não paga impostos a não ser os que são visíveis como os destacados na conta de energia, telefone, IPTU, IPVA. e pior acreditam nessa idéia fixa que quem paga são os empresários. Dae todo mundo acha que quando o estado faz alguma coisa para o cidadão ele o faz de graça pois justamente por ignorância das pessoas que não sabem que aquele serviço já foi pago na forma de impostos na hora de vestir uma roupa, comer um prato de comida, abastecer o carro, ir ao cinema, assistir a novela das oito etc…E os políticos safados nem querem esclarecer a população sobre esta verdade pois isso pode virar problemas para eles, porque não querem lidar com um bando de eleitores exigindo melhor gestão dos impostos. Acorda Brasil, o povo precisa começar a enchergar que é ele quem paga os impostos enquanto consumidor e o empresário recolhe os impostos enquanto emprrendedor. Por isso sou contra sonegação, pois o empresário que assim o faz, está na verdade roubando o dinheiro do seu cliente que lhe confiou mesmo que compulsoriamente o dever de entregar para o estado a parte que lhe cabe dos impostos que ele pagou. Se o empresário não quer pagar impostos, que deixe de pagar na hora de consumir algo, pois é só neste momento que ele realmente paga impostos, e pare de reclamar de uma carga que não existe para ele.

  9. Pensando em abrir uma startup hoje (2013) me deparo com o seu artigo de três anos atrás, e devo dizer, meus parabéns! Se todos nós pensássemos e agíssemos como você, quem sabe o Brasil não estaria numa melhor. Realmente, se as coisas tem que mudar, que comece dentro de nós mesmos.

    O imposto pode até ser caro no caso de algumas áreas do emprendedorismo, mas você pagando corretamente, está fazendo o certo, não está com dor na consciência, e consegue olhar para o seu filho e saber que a comida que você está colocando no prato dele não vem de nenhuma falcatrua. Isso é raro hoje em dia, mas te garanto que o sentimento é gratificante.

    Sabem a diferença do Brasil para países de primeiro mundo como Suiça e Inglaterra? No Brasil 99% da população pensa como corrupto e 1% é honesto, já nesses países, é o contrário, e olha só onde nós – os malandrões – fomos parar. Pensem nisto.

    • Obrigado pelo prestígio.

      Outro dia vi uma matéria onde médicos do SUS do Sul do País estavam batendo ponto para os seus colegas que deveriam estar de plantão com dedos de plástico. Isso é uma amostra básica que quem está na base rouba mais que quem está no topo. Não estou querendo defender político, pois roubo é roubo, mas o volume de pessoas que tentam passar a perna em outras é muito grande nas classes baixas da sociedade tornando o Brasil um país ainda muito irresponsável com o seu futuro.

Comentários não permitidos.