Pegar ou não pegar empréstimo para abrir o próprio negócio



Serei curto e grosso: NÃO PEGUE. Pegar dinheiro emprestado pode ser uma ótima solução do ponto de vista daquele que trabalha em uma empresa formalmente e pensa em abrir um negócio próprio sem a necessidade de ficar correndo atrás de cliente como um louco. Mas esta solução, pode, ao invés de melhorar a vida do empreendedor e levantar o empreendimento trazer grandes males à saúde do empresário e da sua empresa. Veja porque.

1. EMPRÉSTIMOS DEIXAM VOCÊ CONFORTÁVEL
Empréstimos são péssimos, principalmente para aquelas pessoas que estão acostumadas com o conforto de receber uma única entrada de dinheiro no mês e preocupar-se somente em como gastar esse valor. Quem é empregado sabe muito bem como gastar e como não gastar o seu dinheiro, mas não sabem como ganhar. Sabem que para crescer e ganhar mais dinheiro precisam trabalhar diariamente para alguém, estudar e fazer um bom trabalho durante todo o ano para que não seja demitido e, quem sabe, ganha um aumento de 5%. Se você hoje tem a necessidade de largar o emprego e abrir um negócio próprio e não consegue imaginar uma solução para atrair clientes, como que, com um salário garantido para todo um ano, será capaz de montar a sua própria empresa? O melhor para quem é empregado atualmente, é criar um negócio baseado nas horas extras que possui no dia que atraia clientes pouco a pouco e lhe dê, com o tempo, a liberdade para pedir demissão.

2. EMPRÉSTIMOS CRIAM UM MODELO DE NEGÓCIOS BASEADO EM GASTAR E NÃO GANHAR
A partir do primeiro dia em que o empréstimo for creditado na sua conta, você começará a pensar em investirgastar este dinheiro no seu negócio para “ampliá-lo” ao invés de procurar uma situação de baixo custo que lhe dê alguma base melhor para as suas decisões futuras de investimento. Conheço inúmeros empreendedores que criam empecilhos para não começar a fazer alguma coisa porque precisam de dinheiro e não é bem assim que a coisa funciona. Se você quiser realmente fazer algo, será pela sua capacidade (que é total) do que pelo dinheiro que tem. Exemplo disto é o que vem acontecendo com o meu negócio de vendas de e-books, vendi uma boa soma de livros de janeiro para cá, mas ainda não foi suficiente para cobrir os meus custos de registrar a minha própria editora e pagar uma revisão profissional para cada livro. Até sei que este parece ser um ramo que tem espaço no Brasil devido as vendas que objetivo e logo abrirei minha própria loja virtual, mas, precavido que sou, não vou investir nisso enquanto o modelo de negócio se estabilizar e demonstrar através do fluxo de caixa que atende as minhas expectativas de rentabilidade.


Publicidade

3. EMPRÉSTIMOS ELIMINAM A SUA CRIATIVIDADE
Além disto que falei acima, tomar dinheiro emprestado dos bancos colocará fim à sua criatividade. As melhores soluções da humanidade foram geradas em situações de crise. Thomas Edison teve que insistir na lâmpada incandescente 999 vezes antes desta invenção funcionar. Se você realmente deseja criar uma empresa, vai precisar de muita criatividade e pouco conforto, vai precisar entrar em crise dentro da empresa atual em que trabalha, ficar insatisfeito com a sua própria vida, para criar uma solução a partir destes problemas, destas necessidades. Como o dinheiro emprestado irá retirar a sua necessidade de ganhar dinheiro, você não terá mais este problema e, não tendo mais este problema, não precisará criar solução alguma.

Mantenha-se faminto, mantenha-se insensato é também um ótimo post para ser lido sobre esse assunto.


Publicidade