Quer aprender Lean Startup? Crie uma empresa com menos de R$1000



Já recebi algumas críticas duras sobre a série de artigos que escrevi sobre como montar uma empresa com menos de mil reais e, na maioria das vezes, estas críticas se baseavam no fato de que é impossível registrar uma empresa com tal quantia no nosso país. Isso, evidentemente é uma verdade, mas o que então seria uma startup enxuta? Uma startup que precisa de dez mil reais para ser aberta e outros trinta mil reais de capital de giro para se manter viva? Deixando a modinha das startups de lado vamos direto ao ponto que é abrir uma empresa com pouco dinheiro. Metodologia que uso até hoje, mesmo tendo mais que mil reais no bolso e vinte anos de empreendedorismo.

Implemente e teste

O primeiro passo é implementar o projeto quase sem dinheiro nenhum. Para quem é de tecnologia e vai precisar de um sistema ou site para fazer rodar o projeto é mais fácil, mas para quem não é, será preciso convencer parceiros do ramo para se tornarem sócios do projeto e fazê-lo funcionar. O ponto crucial aqui é envolver menos risco e tempo possível dos parceiros fazendo o mais simples que possa funcionar. Fazemos isso porque precisamos testar a receptividade do público alvo e também o quanto eles estão dispostos a pagar por aquilo que estamos oferendo.


Publicidade

Com esses poucos recursos, vá pra rua (ou internet) e venda o pacote completo incluindo aquilo que você ainda não tem, se precavendo de prazos para desenvolvimento e entrega. O que eu quero dizer é que você pode vender um produto mesmo antes de não tê-lo terminado para testar a venda. Seus primeiros clientes vão esperar um pouco mais de tempo para receber o que compraram ao passo que você terá um tempo pago por um cliente para desenvolver o seu produto. Deixando isso claro na negociação, nenhum dos envolvidos sairá aborrecido.

Rentabilize e invista

Não é preciso registrar a empresa logo assim que você coloca o pé na rua para vender seus produtos ou serviços até mesmo porque existem prazos que fogem do seu controle como aqueles que dizem respeito a abertura da conta bancária ou expedição do alvará e você não pode esperar para ganhar dinheiro. Deixe para fazer isso depois que você ver que o negócio dá certo. Registrar a empresa antes de ver o negócio rodar, é perda de tempo e dinheiro, pois pode acontecer do objeto da empresa mudar logo após a implementação e por conta disso você ter que mudar também o contrato social.

Com o dinheiro que começar a ganhar, estruture a empresa. Formalize-a com contratos com seus fornecedores, clientes e parceiros. É muito bom dar esse tempo para o negócio para validar se o modelo pensado estava mesmo correto. Em praticamente todos os modelos de negócios, há algo para se corrigir ao longo do desenvolvimento da empresa. Meu sogro diz que no início da empresa, ela é dos sócios. Com o tempo, começa a ser dos clientes e depois é dos funcionários. No final das contas a empresa é realmente uma outra pessoa diferente dos sócios, clientes e funcionários e tem vida própria, como uma carroça com cavalos na frente. Nós, donos, somos os cavalos e fazemos a carroça andar e na direção que nós queremos que ela vá.

Aplique a regra da simplicidade

O que você consegue fazer agora da forma mais simples? Encurte seus prazos e encurte o seu dinheiro e você terá uma empresa enxuta. Um exemplo prático é falar para si mesmo que tem apenas uma semana para construir o projeto, outra semana para estruturá-lo comercialmente com sócios e parceiros e outra semana para vendê-lo. Eu montei minha antiga empresa de desenvolvimento de sites assim, montei minha nova empresa de criação de sites assim e estou montando outros negócios em sequência da mesma forma que apresento acima, encurtando prazo e dinheiro.

Afinal, se um cliente chegasse com uma urgência para você, você não faria? Você não daria o seu jeito? Então corte seu tempo e corte o seu dinheiro e dê o seu jeito para criar a sua empresa com menos de R$1000.

Nada é impossível, lembre-se disso.


Publicidade


Publicidade