Saiba como gerir a crise e não decretar a falência do seu negócio



Crise financeira, é o termo que assolou o Brasil e isso refletiu em muitas empresas que atualmente estão ou caminham para o vermelho. Mas existem muitas formas para evitar a falência e manter os gastos em dia, basta planejamento e organização para manter a situação financeira do negócio estável.

O primeiro passo é saber quais são as dívidas pendentes sobre as finanças da empresa. Fazer uma planilha detalhada ajuda a ter esse controle, não deixe nada de fora, mesmo que sejam pequenos débitos. Depois disso, é preciso fazer uma análise das finanças pessoais para fazer um planejamento para quitar as pendências.



Depois de tudo detalhado é preciso listar todo o dinheiro que entra mensalmente, seja o salário, renda extras, etc. Em seguida, liste as despesas fixas, como aluguel, água, luz, compra em mercado, etc. Por último, detalhe os outros tipos de gastos como saídas a restaurantes, cuidados pessoais, etc. Sabendo tudo isso é possível saber onde os gastos podem ser cortados para que sobre dinheiro para a quitação das dívidas.

Por onde começar os pagamentos

Comece quitando as dívidas mais altas, principalmente as que envolvem a cobrança de juros, para evitar a “bola de neve” que pode surgir. Caso não haja caixa suficiente para pagá-las a alternativa é tentar um empréstimo que cobrem juros mais baixos, como o consignado ou crédito pessoal. Mas tudo depende de cada caso, por isso é importante colocar tudo na ponta do lápis para saber se vale a pena.

Depois de saber para quem deve e quanto deve é a hora de renegociar as dívidas, mas para isso é necessário saber quais são as possibilidades financeiras para poder preparar uma boa proposta. A negociação é boa para os dois lados, tanto para quem irá receber, quanto para quem precisa se regularizar financeiramente.

As contas foram quitadas e agora é a hora de planejar uma boa gestão financeira para que não apareçam novas dívidas. Corte gastos desnecessários, mude os hábitos que colocaram sua empresa no vermelho, e uma dica preciosa é: fuja das compras parceladas. Ter um negócio às vezes faz com que tenhamos que parcelar certos investimentos, mas tente ao máximo comprar produtos à vista e parcelar somente o necessário.

Esse novo hábito nos leva a próxima dica, poupar dinheiro. Após quitar as contas e mudar o mau gerenciamento sobra mais dinheiro e separar todo mês uma quantia x de dinheiro é uma segurança financeira para não voltar ao vermelho. E ainda evita ter que recorrer a empréstimos é uso de cheques especiais.

É possível sair do vermelho, ter uma boa gestão financeira e não voltar ao grupo de devedores, por isso investir em um planejamento financeiro é essencial. Caso não tenha muito conhecimento e experiência em gestão financeira, procure informações, cursos técnicos que possam auxiliar nesse quesito.



Autor: Daniel Belalian