Saiba tudo sobre Branding e posicionamento de marcas com Fábio Fiorini



Branding não é um termo muito novo, mas está em moda nos últimos tempos aqui no Brasil e por isso convidamos Fábio Fiorini, consultor e palestrante especialista em posicionamento de marcas, para explicar a fundo o que significa este termo e como uma pequena empresa ou um empreendedor individual, podem aproveitar as metodologias de branding para destacar-se no mercado e livrar-se da concorrência. Com um posicionamento bem feito, é possível isolar-se em um oceano azul como grandes empresas como a Apple, Cirque du Soleil e Coca-Cola fizeram, mesmo sendo uma pequena empresa. Fiorini destacou, entre outras coisas, a facilidade com que os pequenos empresários podem tomar grandes decisões, para tornar suas marcas conhecidas no mercado rapidamente. Um relato incrível e transparente de quem conhece a fundo esse assunto, demonstrando também como as empresas podem lidar com feedbacks negativos às suas marcas na internet. Confira esse brilhante bate-papo.

O QUE É EXATAMENTE BRANDING
Com o massivo surgimento de empresas inovadoras no mercado, é difícil para as empresas sobressaírem-se. É neste ponto que o conhecimento em branding entra, para posicionar a marca de forma uniforme no mercado, passando em cada ponto sempre a mesma mensagem. Fiorini explicou que o branding veio para diferenciar o único ativo de uma empresa que não pode ser copiado: a marca. Tendo em vista que serviços, produtos e modelos de negócio podem ser rapidamente copiados ou melhorados, a única coisa que não pode ser copiada ou aprimorada, é a marca da empresa.



O branding passou a se tornar a principal ciência das organizações porque através das suas metodologias, todas as equipes integrantes da organização passaram a ter uma única visão. Antes o que ocorria era a área de vendas fazendo marketing de um jeito, a área de recursos humanos fazendo de outro e assim por diante. Todas as áreas iam fazendo cada uma o seu marketing, contratando inclusive fornecedores diferentes e deixando de lado o gerenciamento da marca visto do ponto de vista global. Resumindo o branding é a metodologia de trabalho que garante que uma empresa possa realmente parecer e ser realmente diferente dos seus concorrentes.

VANTAGENS DO BRANDING PARA PEQUENAS EMPRESAS
Segundo Fábio Fiorini, o Branding é muito mais importante para uma pequena empresa do que para uma grande empresa. Isto porque a grande empresa tem uma abundância de recursos muito maior que um pequeno negócio. Como um pequeno empresário atualmente consegue competir com as grandes empresas, e esta é muito mais ágil para tomar decisões que as empresas grandes, fica nas mãos do pequeno empreendedor a decisão de começar a aplicar técnicas de branding side dentro da sua própria companhia, multiplicando assim os valores da sua marca com clientes, fornecedores e parceiros.

O grande segredo do branding, segundo Fiorini, é a empresa construir uma imagem e conseguir entregá-la nas mãos de todos que têm contato com ela. Conseguir implementar isso não é só um trabalho de gestão, é um trabalho de marca efetivamente e Fiorini expôs muito bem, quando disse que é preciso fazer um escolha estratégica e posicionar a sua marca só com os diferenciais que ela possui. Será esse posicionamento que irá refletir em tudo o que a empresa faz: no marketing, nos recursos humanos, na área de vendas, no setor financeiro, etc.

O primeiro objetivo de qualquer pequena empresa é a construção interna da marca.

Fiorini deu uma dica muito importante e bacana ao resumir o conceito de branding side. Basta pedir a qualquer empreendedor que escreva em um papel quais são os dois diferenciais que a sua empresa entrega para os seus clientes e depois perguntar para qualquer outro funcionário da empresa, quais são esses dois diferenciais. Se as respostas não forem idênticas, existe um problema sério com a marca da empresa.

Infelizmente, segundo Fiorini, o branding se tornou restrito a grandes empresas no início. Porém, como no Brasil 84% do PIB brasileiro é composto por pequenas empresas, a empresa de Fiorini, de forma pioneira, começou a investir nos últimos 10 anos, no desenvolvimento de estratégias e ferramentas específicas de branding para pequenas e médias empresas. Dando assim a possibilidade de que ela, mesmo sendo pequena, possa começar corretamente aproveitando todas as suas vantagens.

LIDANDO COM FEEDBACKS NEGATIVOS NA REDE
Assim como uma empresa pode construir a sua marca da noite para o dia com o poder da internet e das redes sociais, ela também pode ser destruída. É cada vez mais notório que as marcas são de todos e não somente da empresa a qual ela pertence. Se prestamos um mau serviço ou entregamos um produto de baixa qualidade, nosso consumidor hoje tem força para publicar a sua opinião sobre a nossa marca de diversas formas: por twitter, facebook, blog, vídeos, etc. O perigo está quando a empresa reage mal a estes feedbacks e com isso, entrega mais poder de fogo nas mãos do consumidor insatisfeito.



Para Fábio Fiorini, a melhor solução é que as empresas interajam pessoa a pessoa com os seus clientes insatisfeitos, aceitando a reclamação e colocando-se à disposição do consumidor insatisfeito para solucionar o problema. É muito melhor assumir os erros, lidar com eles de uma maneira efetiva e convincente, do que ignorar o cliente que fez a reclamação ou então processá-lo, como têm feito algumas empresas sem o conceito de branding na cabeça. Isso me lembrou do caso da empresa de telefonia móvel portuguesa Ensitel, que estava processando um blogger que havia feito reclamações sobre a empresa no seu blog pessoal. A empresa foi obrigada pelo “poder da internet” a fechar o ano de 2010 colocando a seguinte mensagem na sua página no Facebook:

“Nos últimos dias temos ouvido as vossas opiniões. Nunca foi nossa intenção limitar a liberdade de expressão da Maria João Nogueira, mas apenas assegurar a defesa da nossa marca. Mas vemos agora que a nossa atitude não foi a mais adequada e por isso vamos retirar de imediato a acção judicial.

Pretendemos também, no futuro, estar mais atentos ao que os nossos clientes dizem online, de modo a podermos assegurar que a vossa experiência com a Ensitel é o mais positiva possível. Nesse sentido estamos a preparar novas maneiras de poderem comunicar connosco, sempre que tenham um problema numa das nossas lojas ou com um dos nossos produtos.

Pedro Machado
Responsável de Vendas e Serviço a Clientes”

Fiorino recomenda que o melhor a fazer é adotar uma postura elegante e profissional para resolver o problema do cliente insatisfeito. No caso da Ensitel, seria muito melhor a empresa ter pedido desculpas pelo problema, dar descontos vitalícios ou presentes para o cliente, do que amargurar esse arranhão na sua marca, pois talvez ninguém daqui a um tempo lembrará do blogger, mas com certeza lembrará do ocorrido com a marca.

Se você é pequeno ou grande, não importa. Você tem uma marca. Para fazer dela uma referência no seu setor, certamente você precisa adotar estratégias de branding para posicionar-se no oceano azul, quase que isolado dos seus concorrentes.



1 Comentário

  1. gostaria de saber como faço para ser um Branding? existe cursos ou formações técnicas? e a onde caso exista? a pessoa precisa ja esta dentro de que area? Marketing; Publicidade!

Comentários não permitidos.